• sábado, 16 de dezembro de 2017
  • 16:30 Icone do tempo--ºC / --ºC

Coluna 1

26/11/2015 às 04h31

Por que parou?

Uma leitora, com uma folha exemplar de serviços ao magistério local, escreve para externar sua frustração. Ela diz que Dracena, como alguns outros municípios, não está realizando as provas do Saresp. “Dizem que é a título de economia. Será que a educação deixou de ser prioridade? Como saber como andam os índices atuais? Parecem que estão caindo nesta cidade, nos últimos anos. Talvez não seja interessante saber os atuais” – lamenta a professora aposentada.

Samba de uma nota só

Segunda-feira, durante a realização da sessão ordinária do legislativo, alguns edis apresentaram pedidos de restauração de vias públicas do centro e da periferia, através da paliativa operação tapa-buracos. Em decorrência das constantes e pesadas chuvas, as providências da Emdaep duram pouco tempo, provocando a irritação de motoristas que, além de trafegar por ruas esburacadas, ainda sentem no bolso os custos da manutenção de seus veículos.

Pequeno e terrível

O ministério da Saúde colocou sete municípios da região de Araçatuba em situação de alerta para epidemia de dengue, nos próximos meses. Enquanto a Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza índice larvário de até 1%, as cidades de Andradina, Araçatuba, Birigui, Buritama, Ilha Solteira, Mirandópolis e Pereira Barreto tiveram resultados superiores. Andradina e Araçatuba são os casos mais preocupantes, com 3,2% e 3,1%, respectivamente.

A primeira ninguém esquece

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou e a Polícia Federal prendeu o senador Delcidio Amaral (PT-MS), investigado pela Lava Jato. O parlamentar teria sido flagrado na tentativa de destruir provas contra ele e prejudicar as investigações. Até então, nunca um senador com mandato em exercício fora preso. A PF também fez busca e apreensão no gabinete do petista, no Senado nos estados do Rio, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Grande perda

Decorridos dois meses do passamento de seu primo Wilson Roberto Garbelotti, faleceu o pedriata Luiz Fernando Ribeiro, vitimado por um AVC. Formado pela USP de Ribeirão Preto, Luiz conciliou, durante bom tempo, as atividades de seu consultório com o desempenho de funções públicas, tendo sido diretor regional do antigo Inamps e secretário da Saúde de Bauru.

Amigo e irmão

Conheci Luiz Fernando em fevereiro de 1962. Buscando recursos para pagar a mensalidade de nossas faculdades, fomos redatores e repórteres da rádio Jovem Auri Verde de Bauru. Cobrimos jogos de campeonatos municipais e estaduais de futebol e de basquete. Essa parceria foi retratada numa reportagem do jornal “Bom Dia”, com texto do historiador e também professor da Unesp, João Francisco Tidei Lima.

Ruindade mudou de nome

O presidente de plantão do São Paulo declarou aos jornais que faltou comprometimento dos atletas na vexatória derrota para o Corinthians, domingo passado. Em verdade, o que falta ao tricolor são jogadores de maior categoria. Não será com Bruno, Reinaldo, Hudson, Thiago Mendes e Wesley que o tricolor chegará aos títulos. Nem com os estrelados e omissos Ganso e Michel Bastos...

Comentários