• terça-feira, 17 de outubro de 2017
  • 18:16 Icone do tempo--ºC / --ºC

Carta à Redação

1/7/2017 às 02h44

Que alguém nos ouça...

Num mundo conturbado e ameaçado de ser submerso e dominado por drogas das mais diversas, presenciamos diuturnamente as notícias nas imprensas falada, escrita e televisionada sobre a poluição que devora nossa juventude e comunidades.

Diuturnamente presenciamos os noticiários sobre a luta que nossas autoridades dispendem no combate à “cracolândia” em nossa capital no intuito de direcionar e encaminhar dependentes a tratamento e recuperação.

Por diversos dias temos observado pontos importantes de nossa cidade, entre os quais destacamos nosso moderno Terminal Rodoviário, pitoresco ponto dracenense que foi honrado com o nome do nosso saudoso José Pereira Maroto, nosso particular amigo “Zé do Coco”, o qual por muitos anos brilhou como edil em nossa Câmara Municipal.

Lastimamos sermos forçados a reverenciá-lo em uma coluna como esta, transcrita para rogar providências administrativas e de autoridades competentes contra inúmeros indivíduos que ali permanecem embriagados, fazendo uso de entorpecentes, maltrapilhos e sujos, poluindo a imagem daquele Terminal.

Passageiros que ali aportam, obrigatoriamente desviam-se dos mesmos que se aproximam pedindo dinheiro, fazendo gracejos até mesmo ameaçadores.

Que alguém nos ouça e providencie urgentes medidas, no sentido de dispersá-los, no intuito de resguardar nosso cartão de visitas e encaminhá-los a tratamentos visando suas recuperações.

Comentários