• domingo, 21 de outubro de 2018
  • 22:25 Icone do tempo--ºC / --ºC

Saúde

9/10/2018 às 11h33

3° PAPO DE MULHER. Ginecologista orienta mulheres sobre importância do autoexame e conhecimento do próprio corpo

A médica Luci Carla Cuchereave ressalta a importância da mulher conhecer o próprio corpo para ter condições de perceber eventuais mudanças

A ginecologista e obstetra Luci Carla Pereira Cuchereave com as participantes do 3° Papo de Mulher (Foto: Divulgação) A ginecologista e obstetra Luci Carla Pereira Cuchereave com as participantes do 3° Papo de Mulher (Foto: Divulgação)

Mais uma edição do Papo de Mulher reuniu moradoras de Dracena e dos municípios vizinhos na Clínica Rio Branco, no sábado, 6. O projeto “Papo de Mulher – O nosso momento” idealizado pela ginecologista e obstetra Luci Carla Pereira Cuchereave surgiu no dia a dia de trabalho, no atendimento às mulheres das mais variadas faixas etárias, camadas sociais e níveis educacionais e tem como principal objetivo disseminar conhecimento sobre a saúde feminina.

O evento foi realizado pelo terceiro ano consecutivo em Dracena de maneira gratuita e contou com o apoio da Farmais e Eurofarma. As participantes foram orientadas sobre o funcionamento do próprio corpo, hormônios, ciclo menstrual, TPM, métodos contraceptivos, sexualidade, riscos de trombose no pós-parto, menopausa, exames preventivos em especial sobre a importância de se fazer o autoexame das mamas e a mamografia regularmente para a prevenção do câncer de mama.

Durante o Papo, a hair stylist Luisa Alencar compartilhou sua experiência e mudança de vida ao ser diagnosticada com câncer de mama em outubro de 2016, inspirando a todas com sua fé, perseverança e gratidão. “Ainda estou em acompanhamento, porém vivendo os melhores dias da minha vida”, afirmou.

A ginecologista e obstetra Luci Carla Cuchereave ressaltou a importância da mulher conhecer o próprio corpo para ter condições de perceber eventuais mudanças que venham a ocorrer e explicou como o autoexame das mamas deve ser realizado.

A médica ainda esclareceu que o Ministério da Saúde estabeleceu que o autoexame pode ser feito a partir dos 20 anos, mas que a partir do crescimento das mamas, as jovens não só podem como devem se observar e se tocar. “O toque nos seios com as pontas dos dedos deve ser feito em frente ao espelho, no banho e deitada, entre o 4° e 6° dia após o fim da menstruação. Mulheres que não menstruam podem fixar uma data para fazer a avaliação. Ao verificar qualquer anormalidade procure um médico de sua confiança ou a unidade de Saúde mais próxima”, considerou. (Fonte: Ginecologista e obstetra Luci Carla Cuchereave – CRM 125.325-SP). (Com informações assessoria de imprensa)

 

Saiba como realizar o autoexame:

O toque nos seios com as pontas dos dedos deve ser feito em frente ao espelho, no banho e deitada, entre o 4° e 6° dia após o fim da menstruação. Mulheres que não menstruam podem fixar uma data para fazer a avaliação.

 

Em frente ao espelho:

Em pé com os braços levantados observe mudanças como vermelhidão, achatamento,  inchaço, saliência,  enrugamento, aspereza e qualquer outra alteração nos seios ou nas axilas

No banho:

Com um dos braços erguidos colocados atrás da cabeça, toque e aperte os seios;

Pressione os mamilos e observe se há algum tipo de secreção

 

Deitada:

Coloque uma de suas mãos sob a cabeça e com os dedos da outra mão pressione o seio no sentido de fora para dentro como se formasse um espiral, observe alterações na pele e a existência de nódulos ou caroço.

Ao verificar qualquer anormalidade procure um médico de sua confiança ou a unidade de Saúde mais próxima.

 

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também