• quarta-feira, 29 de março de 2017
  • 00:10 Icone do tempo--ºC / --ºC

Agricultura

25/1/2017 às 04h47

Chuvas: Produção de hortaliças registra prejuízos e preços avançam nas feirinhas dos supermercados

Produtor agrícola José Augusto Romagnolli informa que produção da alface chega a cair de 40% a 50%; preços para consumidores já estão bem mais caros

De acordo com a funcionária da feirinha de um supermercado da cidade, Natália Domingos, mesmo com os preços elevados das verduras, os clientes acabam levando para casa (Foto: Viviane Santos/JR) De acordo com a funcionária da feirinha de um supermercado da cidade, Natália Domingos, mesmo com os preços elevados das verduras, os clientes acabam levando para casa (Foto: Viviane Santos/JR)

Todo o começo do ano, a um registro significativo nos índices de chuvas. Em Dracena, segundo a Coordenaria de Assistência Técnica Integral (Cati) Regional de Dracena, até ontem, 24, foram registrados 397 milímetros de precipitação. No entanto, as fortes chuvas que vêm caindo nos últimos dias em Dracena e região, não agradam boa parte dos produtores rurais, principalmente aqueles que têm a produção de hortaliças como fonte de renda. É o caso do produtor de hortaliças José Augusto Romagnolli, que há 12 anos tem uma chácara próxima ao distrito de Oásis em Tupi Paulista, que produz hortaliças como: alface, rúcula, couve flor, coentro, cebolinha, salsinha, rabanete, almeirão, entre outras.

Segundo o agricultor José Augusto, todo começo de ano as chuvas causam prejuízos na produção, devido ao volume significativo de água. Conforme ele, todos os tipos de hortaliças são afetadas como: a couve flor, rúcula, almeirão, coentro e rabanete. “A alface é a mais prejudicada, cerca de 40% a 50% da produção”.

De acordo com o produtor de hortaliças, ele chega a colher cerca de 400 a 500 maços de alfaces por dia, porém em período de chuva acaba colhendo 200 maços da verdura.

Além do prejuízo do volume de água na plantação, outro problema que o agricultor enfrenta é o aparecimento de insetos e pragas. “O surgimento de doenças nas raízes e folhas das hortaliças é mais comum e constante neste período”.

Com esses problemas enfrentados na horta, outros gastos com adubagem da terra, energia e o uso de produtos agrotóxicos, acabam pesando no preço final ao consumidor. “O aumento será de 35% em todas as hortaliças, por mais que a colheita do plantio é grande, existe muita perda também” disse o agricultor.

Já para os consumidores os reajustes nos preços das hortaliças nos supermercados já são visíveis.

De acordo com a funcionária da feirinha de um supermercado de Dracena, Natália Domingos de Melo, o preço do maço da alface subiu de R$ 4,20 para R$ 5,80, uma média de 38%.

“Mesmo com o aumento dos preços das hortaliças e da falta de algumas delas devido o prejuízo na produção, a procura é grande dos clientes”, afirma Natália Domingos.

Segundo a funcionária da feirinha, os consumidores têm driblado os preços altos das verduras também, comprando legumes como: cenoura, pepino e beteraba.

Outras Imagens:

  •  (Foto: Viviane Santos/JR)

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também