• sábado, 19 de agosto de 2017
  • 21:23 Icone do tempo--ºC / --ºC

Meio Ambiente

8/3/2017 às 04h58

Dracena é titular da Câmara Técnica de Planejamento e Avaliação do Comitê das Bacias Hidrográficas

Município foi escolhido ainda como suplente do Plenário do Comitê. Evento de renovação dos membros foi realizado em Marília

Prefeitos da região que marcaram presença ao evento ocorrido na segunda-feira em Marília (Foto: Ass. Imprensa/Prefeitura Dracena ) Prefeitos da região que marcaram presença ao evento ocorrido na segunda-feira em Marília (Foto: Ass. Imprensa/Prefeitura Dracena )

O prefeito de Dracena, Juliano Brito Bertolini, esteve nessa segunda-feira, 6, em Marília, onde participou do processo de renovação dos membros que irão compor o plenário durante o biênio 2017/2018, no Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Aguapeí e Peixe (CBH-AP).

Na ocasião, o município ganhou a titularidade, junto com outros seis membros, da Câmara Técnica de Planejamento e Avaliação e ainda foi escolhido como um dos suplentes do plenário, composto por 14 entidades. A conquista tem grande representatividade para as causas ambientais, tanto da cidade quanto das cidades vizinhas, que inclusive foram parceiras de Dracena nas respectivas indicações.

“É uma conquista importante para Dracena e região, já que municípios vizinhos, como Junqueirópolis e Tupi Paulista também integram o comitê. Vamos juntos lutar por recursos que possam beneficiar todas as cidades engajadas nesse propósito”, avaliou Juliano, que tomará posse no dia 28 de março.

O Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Aguapeí e Peixe foi criado em 1995 e atualmente é composto por cerca de 90 municípios. Conforme seu estatuto, o objetivo é gerenciar os recursos hídricos, visando à recuperação, preservação e conservação.

Os Comitês de Bacias Hidrográficas fazem parte do Sistema Integrado de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SIGRH) e somam 21 grupos no Estado de São Paulo. Esses Comitês são órgãos colegiados, consultivos e deliberativos, de nível estratégico, com atuação descentralizada nas unidades hidrográficas estabelecidas pelo Plano Estadual de Recursos Hídricos, sendo que o CBH-AP tem como área de atuação as Unidades de Gerenciamento de Recursos Hídricos do Rio Aguapeí (UGRHI-20) e do Rio do Peixe (UGRHI-21).

Enquanto órgão colegiado, o CBH-AP possui 42 representantes Titulares e 42 representantes Suplentes que compõem o Plenário do Comitê. Essa composição é dividida paritariamente entre três segmentos (14 membros por segmento), sendo que a escolha das entidades que integram o Comitê é realizada a cada dois anos, composto por membros do Segmento Estado, do Município e da Sociedade Civil Organizada.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também