• domingo, 10 de dezembro de 2017
  • 22:14 Icone do tempo--ºC / --ºC

Polícia

15/3/2017 às 10h41

Justiça decreta prisão temporária do acusado pelo assassinato de funileiro em Adamantina

Justiça de Adamantina determina prisão temporária do acusado de assassinato (Foto: Arquivo) Justiça de Adamantina determina prisão temporária do acusado de assassinato (Foto: Arquivo)

O Poder Judiciário concedeu a prisão temporária requerida pela Polícia Civil de Adamantina e o acusado pelo assassinato do funileiro Giovano Ferreira da Costa, de 27 anos (veja mais), ocorrido na noite desta segunda-feira (13).

Depois de se apresentar nesta terça-feira (14) à Polícia Civil e assumir sua participação no assassinato do funileiro, o rapaz de 19 anos deverá ficar preso, inicialmente, por 30 dias. Esse é o prazo fixado pela Justiça, que poderá ser prorrogado, inclusive com a permanência do acusado preso, até seu julgamento. As decisões futuras dependerão do andamento do processo.

O inquérito é presidido pela delegada Rita de Cássia Gea Sanches, do 1º Distrito Policial de Adamantina. Na manhã de hoje – cerca de 12 horas após o crime – o acusado se apresentou no 1º DP (veja aqui), acompanhado de advogado, e foi ouvido nos autos. No interrogatório, segundo a delegada, o acusado alegou ter sido agredido pela vítima com golpes de capacete e reagiu para se defender.

Conclusão do inquérito em 10 dias

A delegada pretende concluir o inquérito no prazo máximo de dez dias, incorporando ao mesmo o depoimento do acusado e testemunhas, além dos laudos periciais da Polícia Científica e do Instituto Médico Legal (IML), e posteriormente encaminhá-lo ao Poder Judiciário, que assumirá as demais tratativas.

Se o Poder Judiciário entender pela admissão do inquérito, onde o rapaz de 19 anos é indiciado por homicídio, o mesmo poderá ser julgado pelo Tribunal do Júri. Ainda não há prazos para que essas etapas futuras aconteçam, no âmbito da Justiça local.

Com a decisão da Justiça que determinou a prisão temporária do acusado, o mesmo foi recolhido à cadeia local, e poderá ser transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caiuá.

Funileiro foi morto com tesoura de jardinagem

A delegada explicou ao Siga Mais que durante a tarde de ontem (13) houve um encontro ocasional entre o acusado, sua namorada e a vítima, em uma oficina de motos, em Adamantina, quando o funileiro cumprimentou a namorada do acusado, por serem amigos de infância. Essa situação teria irritado e provocado ciúmes no acusado.

Já no início da noite o acusado estava na casa de um amigo, no Parque do Sol, quando o funileiro passou pelo local, de moto. Houve uma provocação, por parte do acusado, e iniciada uma discussão entre os dois.

No auge da discussão, o acusado pegou uma tesoura de jardinagem seu estava sobre um muro e atingiu o funileiro com um único golpe, que foi fatal, fugindo em seguida. Em seu depoimento hoje, ao se apresentar no 1º DP, o acusado disse que agiu para se defender, depois de ter sido agredido pelo funileiro, com golpes de capacete.

Atuação destacada da PM

Desde que a Polícia Militar foi acionada por populares, sobreo ocorrido, trabalhou sem parar, avançando a noite de segunda-feira e a madrugada seguinte, mobilizando todo o efetivo, inclusive policiais de folga, para que o caso fosse prontamente esclarecido. A rápida atuação da PM se deu, também, para identificar e tentar capturar o suspeito pela autoria do assassinato.

Assim, o levantamento das informações e das circunstâncias do homicídio, pela atuação dos policiais militares, permitiu subsidiar a Polícia Civil para a tomada dos demais encaminhamentos, que se deram a partir do registro da ocorrência pelo plantão da corporação, e que foi distribuído na manhã de hoje ao 1º DP.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também