• sábado, 24 de junho de 2017
  • 17:48 Icone do tempo--ºC / --ºC

Entretenimento / Teatro

7/4/2017 às 04h22

Jovens do CASA Irapuru I apresentam peça sobre livre-arbítrio

A peça foi encenada no centro socioeducativo durante a cerimônia de entrega dos certificados dos cursos de educação profissional básica
 (Foto: Fundação CASA/CASA Irapuru I) A peça foi encenada no centro socioeducativo durante a cerimônia de entrega dos certificados dos cursos de educação profissional básica (Foto: Fundação CASA/CASA Irapuru I)

Um adolescente passa pelas influências da sedução, do ódio e outras. Já enfraquecido para aguentar, sucumbe quando a falta de fé lhe é apresentada e senta-se na cadeira das tentações. Começa uma luta do bem para retirá-lo daquela condição. Uma batalha que culmina quando ele escolhe se libertar e renasce. É o tema do livre-arbítrio ao som de canções gospel.

Esse é o enredo da peça teatral “Deus cuida de mim”, uma livre-adaptação encenada por 12 adolescentes que cumprem medida socioeducativa no CASA Irapuru I, em Irapuru, e que será apresentada à comunidade irapuruense e das cidades de Dracena e

Santa Mercedes.

Na quarta-feira (05/), os jovens mostram a mensagem de superação na Instituição Novo Amanhecer, em Dracena. Ontem (06), as crianças e adolescentes da Escola Municipal Pedro Leite Ribeiro, em Irapuru, sentirem-se tocados com a história.

Na terça-feira (11), às 13h30, será a vez dos alunos da Escola Estadual Ministro Oscar Pedroso Horta se emocionarem com a encenação. A rodada de apresentações dos adolescentes terminará no dia 16 de abril, numa noite Páscoa, às 19h, na apresentação

para os frequentadores da Igreja Evangélica de Dracena.

A curiosidade do público e os convites surgiram depois que a peça foi encenada no centro socioeducativo, no dia 28 de março, durante a cerimônia de entrega dos certificados dos cursos de educação profissional básica, realizados por educadores do Senac de Presidente Prudente.

Segundo a coordenadora pedagógica do CASA, Nancy Mendonça, havia no evento representantes das organizações que solicitaram as exibições, e as pessoas se emocionaram com a mensagem e a atuação dos adolescentes.

“A peça discute o envolvimento dos jovens com más companhias, erros que cometem e como eles renascem depois que se libertam das influências ruins”, explica a coordenadora pedagógica.

Durante os meses de janeiro e março deste ano, com o apoio da coordenadora pedagógica e dos funcionários do centro socioeducativo e finalização do agente educacional Reinaldo Cirino Costa, os adolescentes ensaiaram e se dedicaram.

A atividade é parte da oficina de cultura de paz e do Eixo Étnico Racial promovida todas as sextas-feiras no centro para um grupo de 15 jovens internados. O foco é discutir questões como preconceito, raça, gênero e cultura de paz.

“Essas apresentações externas são importantes porque são momentos de socialização e integração dos jovens com o seu meio social de origem, além de ser um estímulo para o cumprimento da medida socioeducativa”, avalia Nancy.

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) preveem que durante a execução da medida socioeducativa de internação, é garantida a convivência comunitária do jovem.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também