• segunda-feira, 29 de maio de 2017
  • 19:46 Icone do tempo--ºC / --ºC

Cotidiano

19/5/2017 às 04h35

Mastite e mortalidade de bezerros são temas abordados em palestra de orientação aos produtores rurais, técnicos e estudantes

O evento chamou atenção para a importância do manejo correto de animais nas ordenhas manual e mecânica

Participantes da palestra
 (Foto: Viviane Santos/JR) Participantes da palestra (Foto: Viviane Santos/JR)

Produtores de leite de Dracena e região, estudantes da Unesp de Dracena e Ilha Solteira receberam orientações sobre a mortalidade de bezerros e a infecção das vacas com a doença mastite, na sede da Cooperativa dos Produtores Agropecuários de Dracena (Coopadra), na quarta-feira (17). As orientações foram prestadas pelas pesquisadoras do Instituo Biológico (IB-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Líria Okuda e Alessandra Nassar, que estavam acompanhadas do diretor Antonio Batista Filho. A ação fez parte do Programa de Sanidade em Agricultura Familiar (Prosaf) desenvolvido pelo Estado.

Para a produtora rural e presidente da Associação dos Produtores Rurais de Dracena (APRD), Gislaine Oliveira dos Santos Gomes, a mastite é um dos problemas que mais afeta as propriedades rurais produtoras de leite. “Há dois tipos de mastite, a subclínica que é transmitida de animal para animal e a ambiental. Nos dois casos, a inflamação atinge as glândulas mamárias do animal que vai ter febre e dor, não come e acaba perdendo peso e em alguns casos chega a perder o teto”, explica.

A doença tem relação direta com o menor preço do leite conseguido pelos produtores rurais “O consumo não faz mal para as pessoas, mas o produtor perde em qualidade do leite em termos de quantidade e gordura”, avalia.

Gomes ressalta as orientações das pesquisadoras em relação ao manejo dos animais na higienização da mangueira e do retireiro, no caso da ordenha manual, e também na ordenha mecânica. “É importante higienizar as mãos, no caso da ordenha manual, fazer a limpeza do úbere e colocar o animal em local limpo e seco, após a ordenha, para que ele não se contamine. O bom manejo é fundamental para evitar a doença”, destaca.

Além dos produtores rurais, a palestra também contou com a presença de profissionais da Cati e da Apta. De acordo com o diretor da Cati-regional de Dracena, Luis Alberto Pelozo, as orientações e treinamentos são muito importantes tanto para os produtores rurais como para a atualização da equipe técnica. Pelozo lembra que a pecuária leiteira é a principal fonte de renda das pequenas propriedades rurais da cidade e região, ficando atrás apenas das cadeias produtivas da cana-de-açúcar e da pecuária de corte presentes em grandes propriedades rurais.

Outras Imagens:

  •  (Foto: Viviane Santos/JR)
  •  (Foto: Viviane Santos/JR)

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também