• sexta-feira, 24 de novembro de 2017
  • 01:49 Icone do tempo--ºC / --ºC

Penitenciária

13/7/2017 às 04h17

Finais de semana são marcados por apreensões consecutivas nos presídios

Visitantes insistem em tentar burlar segurança para levar objetos ilícitos a sentenciados

Uma funcionária da Penitenciária de Tupi Paulista encontrou uma faca de cozinha dentro da vasilha de alimentação, trazida pela irmã de uma reeducanda (Foto: Assessoria de Imprensa/Croeste) Uma funcionária da Penitenciária de Tupi Paulista encontrou uma faca de cozinha dentro da vasilha de alimentação, trazida pela irmã de uma reeducanda (Foto: Assessoria de Imprensa/Croeste)

No último final de semana 8 e 9 de julho, sete estabelecimentos prisionais subordinados a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado surpreenderam visitantes tentando driblar a segurança e inserir objetos ilícitos dentro dos estabelecimentos. Como de praxe, a maioria encontrava-se introduzida nas partes íntimas das mulheres e foram encontradas durante o procedimento de revista.

Vale lembrar que as pessoas flagradas tentando entrar com ilícitos nas unidades prisionais são excluídas do rol de visitas e levadas à Delegacia de Polícia mais próxima, sem prejuízo de responderem na esfera criminal. Também é instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os materiais.

Sábado 8

No Centro de Progressão Penitenciária de Pacaembu , após um trabalho investigativo conjunto da unidade prisional com a Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (DISE) de Adamantina, uma visitante foi surpreendida quando ainda estava na fila aguardando para visitar o companheiro. A mulher foi conduzida até a Santa Casa de Adamantina onde foi realizado exame Raio-X, constatando que ela trazia no órgão genital cerca de 250 gramas de substância entorpecente, aparentando maconha. Após a retirada do material, a visitante foi presa em flagrante e contra o sentenciado foi instaurado Procedimento disciplinar.

Já na Penitenciária de Flórida Paulista, após passar pelo detector de metais, no momento da revista, J.M.P. foi encaminhada à Delegacia de Polícia, pois trazia consigo um invólucro com substância de características semelhantes à cocaína. Foi instaurado procedimento disciplinar em desfavor do sentenciado, assim como procedimento de apuração preliminar para averiguação de possível responsabilidade funcional.

Na Penitenciária de Lucélia, duas mulheres que visitariam sentenciados na unidade foram flagradas tentando levar entorpecentes escondidos em seus órgãos genitais. Uma delas trazia maconha e a outra cocaína. Elas foram encaminhadas a Delegacia de Polícia e os sentenciados ao Pavilhão Disciplinar.

Domingo 9

Na Penitenciária “Ozias Lúcio dos Santos” de Pacaembua, a mãe de um sentenciado foi flagrada durante o procedimento de revista tentando adentrar à unidade prisional com cinco chips de telefonia celular e uma porção de aproximadamente 500 gramas de erva esverdeada aparentando maconha. A Polícia Militar foi acionada e a visitante encaminhada, após o flagrante, à Delegacia de Polícia local, onde foi lavrado Boletim de Ocorrência. Igualmente, foi instaurado procedimento disciplinar a fim de apurar eventual cumplicidade por parte do sentenciado que seria visitado, o qual se encontra isolado preventivamente em Pavilhão Disciplinar.

Na Penitenciária Feminina de Tupi Paulista, ao revistar mantimentos e objetos trazidos por visitantes, o famoso “jumbo”, uma funcionária da penitenciária encontrou uma faca de cozinha dentro da vasilha de alimentação, trazida pela irmã de uma reeducanda. O fato foi levado ao conhecimento da autoridade policial para procedimentos pertinentes e elaboração de Boletim de Ocorrência. A reeducanda foi encaminhada ao Pavilhão Disciplinar para procedimentos administrativos disciplinares.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também