• sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
  • 17:48 Icone do tempo--ºC / --ºC

Região

7/8/2017 às 11h04

Vítima tem prejuízo de mais de R$ 10 mil em golpe de falso prêmio de promoção

Caso de estelionato foi registrado em Presidente Prudente. Suposto gerente de empresa de telefonia solicitou depósitos para confirmar a bonificação.

Um caso de estelionato foi registrado neste domingo (6), na Delegacia Participativa da Polícia Civil de Presidente Prudente. Conforme o Boletim de Ocorrência, a vítima teve um prejuízo de R$ 10.498,05 ao realizar transações bancárias para receber um falso prêmio no valor de R$ 10 mil em uma promoção de uma empresa de telefonia.

A vítima, de 46 anos, recebeu uma ligação em seu telefone celular na tarde deste domingo (6), de uma pessoa que se dizia ser gerente do setor de finanças de uma empresa de telefonia. O suposto funcionário chegou a fornecer seu número de matrícula, sala em que trabalhava, número de ramal telefônico, e até o número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) da empresa.

O “gerente” informou que a ligação era a respeito de uma promoção, em que a vítima havia sido sorteada no valor de R$ 10 mil e precisava fazer confirmações através de transferências eletrônicas, de acordo com a ocorrência.

A primeira transação seria no valor de R$ 2.998,18, a segunda na quantia de R$ 2.999,88, e uma terceira de R$ 2.999,99. A vítima ainda deveria efetuar mais dois depósitos, sendo um em dinheiro no valor de R$ 1,5 mil, e um em cheque na quantia de R$ 180, porém, este último era somente para confirmação, não havendo necessidade de colocar o cheque no envelope, segundo o boletim.

O suposto funcionário informou o número do protocolo de atendimento para a vítima. De acordo com as informações da ocorrência, antes de efetuar as transferências e depósitos, a vítima confirmou no site da empresa que havia a promoção.

Ainda conforme o registro, o “gerente” disse à vítima que o valor da premiação entraria na conta bancária, porém, ela não poderia acessá-la antes para fazer nenhuma movimentação, para não cancelar o procedimento.

A vítima ainda relatou que desde então, não consegue mais falar no número telefônico do suposto funcionário da empresa.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também