• quarta-feira, 18 de outubro de 2017
  • 18:02 Icone do tempo--ºC / --ºC

Esporte

12/8/2017 às 02h29

Projeto “Ver, Ouvir e Movimentar” é apresentado e firma o retorno das parcerias ao esporte

Na manhã de ontem, 11, autoridades municipais e da região, coordenador do projeto Júlio César Monteiro, alunos assistidos e familiares estiveram reunidos no Senai de Dracena, para firmar o retorno das parcerias da modalidade esportiva

Na manhã de ontem, 11, o coordenador do Projeto “Ver, Ouvir e Movimentar”, Júlio César Monteiro, juntamente com o prefeito de Dracena Juliano Brito Bertolini, acompanhado da primeira dama Ana Carolina Cenedesi Bertolini, secretária de Educação Vanessa Redígolo Castilho e do secretário de Esportes, Lazer e Juventude, Marcos César Souza, apresentou e firmou parcerias das aulas de natação paraolímpica do Projeto “Ver, Ouvir e Movimentar.”

A mesa principal do evento foi composta pelo prefeito Juliano Bertolini, primeira dama Ana Carolina, secretária de Educação Vanessa Redígolo Castilho, supervisor de ensino da Diretoria de Educação de Adamantina, Paulo Bolzan, secretário de Esportes, Lazer e Juventude, Marcos César Souza, o coordenador do projeto Júlio César Monteiro, vereador Ailton Lorenzeti, representando a Câmara Municipal, médico da Unimed Renato Nakamura e do assessor do parlamentar Reinaldo Alguz, Jairo Gonçalves.

O evento também contou com a participação dos alunos do projeto e familiares, além de representantes da educação e do esporte.

Em discurso, o coordenador do Projeto “Ver, Ouvir e Movimentar”, Júlio César Monteiro, disse que o projeto já existe desde 2009 e foi interrompido no ano passado, no qual nasceu a exemplo das conquistas de medalhas pelo nadador paraólimpico da seleção brasileira e dracenense, Alexandre da Silva Fernandes.

Ainda segundo Monteiro, no Projeto “Ver, Ouvir e Sentir”, as aulas de natação na piscina da Academia Estilo Livre para crianças, adolescentes e adultos com deficiência, pertencentes às redes municipal, estadual e da comunidade retornaram no início desde ano.

Antes do pronunciamento do coordenador do projeto, a secretaria de Educação Vanessa Redígolo Castilho, abriu o evento ressaltando que o projeto é uma forma de socialização e desenvolvimentos dos alunos, por meio da natação paraolímpica.

No uso da palavra, o prefeito Juliano Brito Bertolini destacou que o projeto é de cunho educacional e social, uma vez que, através do esporte faz com que os 30 alunos entre crianças, adolescentes e adultos desenvolvam e criam aptidões.

Bertolini finalizou parabenizando os Atletas com Deficiência (ACD) da natação paraolímpica do projeto, pela participação e conquistas de 24 medalhas, sendo 20 ouros e 4 bronze nos Jogos Regionais de Osvaldo Cruz.

“O esporte tem obrigação de incluir Atletas com Deficiência (ACD), pois é uma forma de superação e primordial para a inclusão social.” finaliza o secretário de Esportes, Lazer e Juventude, Marcos César Souza.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também