• terça-feira, 19 de setembro de 2017
  • 15:49 Icone do tempo--ºC / --ºC

Meio Ambiente

1/9/2017 às 05h27

Homem é multado em R$ 3,5 mil e vai preso por manter pássaros silvestres e armas irregulares em Mariápolis

Gaiolas foram apreendidas e destruídas pela Polícia Militar Ambiental 
 (Foto: Cedida/PM Ambiental) Gaiolas foram apreendidas e destruídas pela Polícia Militar Ambiental (Foto: Cedida/PM Ambiental)

A Polícia Militar Ambiental (PMA), ao receber denúncia, deslocou-se até uma residência numa chácara no município de Mariápolis, na manhã desta última quarta-feira, 30, e constatou sete pássaros de fauna silvestre presas em cativeiro.

Segundo PM Ambiental, ao chegar no endereço denunciado, um homem franqueou a entrada dos policiais na residência e foi constatado na varanda e quartos, sete espécies da fauna silvestre sem anilhas de identificação mantidos em gaiolas, sendo: dois pássaros pretos, dois tuim, dois papagaios verdadeiros e um coleirinho papa capim.

Conforme a Corporação, não havia licença do órgão ambiental, sendo elaborado em desfavor ao homem, o Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 3.5 mil, por ter em cativeiro espécimes da fauna silvestre, incorrendo no diposto do art. 25 parágrafo 3º, inciso III da resolução SMA-048/2014.

Além das aves, a PM Ambiental apreendeu uma espingarda calibre 22, uma espingarda tipo chumbeira, uma garrucha calibre 22, 30 espoletas e duas esferas de chumbo, que diante do fato, incorrer no disposto do art. 29 da lei federal nº 9605/98 e art. 12 da lei federal nº 10.826/2003, por desarmamento - posse irregular de arma de fogo.

A ocorrência foi apresentada na Delegacia de Polícia Civil de Mariápolis, juntamente com os materiais apreendidos e infrator, onde o delegado ratificou a prisão, elaborando o BO/PC por posse irregular de arma de fogo de uso permitido e crime ambiental, auto de exibição e apreensão, recibo de preso, arbitrando fiança no valor de R$ 950.

Segundo a PM Ambiental, cinco pássaros foram soltos por estarem em estado bravio e dois ficaram depositados com o infrator por estarem domesticados e pela indisponibilidade da Associação Protetora dos Animais Silvestres de Assis. As gaiolas foram apreendidas e destruídas.

Outras Imagens:

  •  (Foto: Cedida/PM Ambiental)

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também