• segunda-feira, 20 de novembro de 2017
  • 04:06 Icone do tempo--ºC / --ºC

Educação

13/9/2017 às 17h51

Curso técnico pode ajudar a conseguir emprego em meio à crise

Mesmo com a crise econômica, que resultou em fechamento de vagas em diversos setores da economia, alguns ramos têm conseguido reagir e abrir vagas de emprego. 

Entre os setores que houve aumento no nível de emprego estão a indústria de transformação, comércio, serviços, agropecuária e construção civil. Levantamento feito pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) mostra que as áreas ligadas ao consumo – como vestuário, alimentos, eletrodomésticos e veículos – estão entre as que mais abriram oportunidades de trabalho.

Na contramão, apresentaram saldos negativos os setores utilidade pública, administração pública e extrativa mineral.

Formação técnica

De acordo com diretor-geral do Senai, Rafael Lucchesi, candidatos com nível técnico podem ter mais chances de recolocação no mercado, já que 78% das ocupações industriais exigem esse tipo de formação.

"Em tempos de crise, 70% dos egressos [dos cursos técnicos] estão inseridos no mercado de trabalho já no primeiro ano", afirma. "O salário inicial de uma formação técnica gira em torno de R$ 2 mil. Em dez anos de atividade, esse salário varia entre R$ 8,5 mil e R$ 12 mil", acrescentou.

Para os profissionais com nível superior, o mercado de trabalho está mais retraído, conforme levantamento do Senai.

O número de vagas de trabalho com carteira assinada cresceu em julho. Conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, houve crescimento de 35.900 postos de trabalho - resultado de 1.167.770 admissões e de 1.131.870 desligamentos.

ocupações

 

 

 

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também