• segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
  • 21:02 Icone do tempo--ºC / --ºC

Política

3/10/2017 às 16h53

Líder do PSDB defende manter votação de caso Aécio nesta 3ªf no Senado

O líder do PSDB no Senado, Paulo Bauer (SC), voltou a defender nesta terça-feira, 3, que o Senado analise em plenário a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG). Na semana passada, a Primeira Turma da Corte determinou o afastamento do mandato parlamentar do tucano e o seu recolhimento noturno.

A decisão abriu uma crise institucional entre os Poderes, pois senadores entendem não haver previsão constitucional para o afastamento parlamentar.

Bauer reuniu a bancada do partido na tarde de hoje e disse que, apesar do recuo do PT, a intenção é colocar a questão em votação ainda hoje. Parlamentares ainda aguardavam o presidente Eunício Oliveira (PMDB-CE) para uma reunião de líderes partidários.

"Não vejo necessidade de deixar para o dia 11. Não estamos tratando de matéria política, mas sim de matéria constitucional", disse Bauer.

O clima na bancada tucana, porém, não é unânime. O senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) é favorável que o Senado aguarde o julgamento de uma ação, prevista para o dia 11, que defende a consulta ao Congresso em caso de medidas cautelares contra parlamentares.

A expectativa entre os tucanos também gira em torno de uma medida cautelar ajuizada pela defesa de Aécio ontem. No recurso, o tucano pede a suspensão da decisão da Primeira Turma até o julgamento do dia 11.

Caso o relator, ministro Edson Fachin, aceite o pedido, o Senado não teria a necessidade de votar se aceita o afastamento de Aécio, evitando, assim, o acirramento da crise institucional entre os poderes.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também