• sexta-feira, 20 de outubro de 2017
  • 10:32 Icone do tempo--ºC / --ºC

Polícia

10/10/2017 às 09h51

Após a morte de criança vítima de picada de escorpião, Secretaria de Saúde alerta para a limpeza de quintais

Menino de dois anos e sete meses foi sepultado na tarde desta segunda-feira (9) no Cemitério Municipal de Flórida Paulista.

A criança se queixava de dor em uma das mãos (Foto: Divulgação) A criança se queixava de dor em uma das mãos (Foto: Divulgação)

Secretaria Municipal de Saúde de Flórida Paulista fez nesta segunda-feira (9) um alerta para que os moradores mantenham seus quintais livres de possíveis esconderijos e criadouros de escorpiões. Além disso, também ressaltou que, ao se depararem com algum escorpião, as pessoas não devem tentar capturá-lo, mas, sim, avisar o Setor de Vigilância Epidemiológica ou Sanitária do município.

As orientações foram divulgadas após a morte de um menino de dois anos e sete meses atacado por um escorpião em uma propriedade rural no domingo (8). Em nota, a gestora municipal de Saúde, Edneia Marin, lamentou o ocorrido.

 

“Informamos também que todas as medidas de suporte nos casos de acidentes por animais peçonhentos foram prestadas, tanto na Santa Casa de Flórida Paulista como na Santa Casa de Adamantina. Salientamos ainda que todos os casos de acidente por animais peçonhentos são notificados, investigados e tomadas as medidas de controle conforme protocolos técnicos do Ministério da Saúde”, salientou Edneia Marin.

 

“Enfatizamos o alerta para que todos os moradores mantenham seus quintais livres de possíveis esconderijos e criadouros e que, ao se depararem com algum escorpião, não tentem capturá-lo e sim avisar o Setor de Vigilância Epidemiológica ou Sanitária do município”, concluiu a gestora municipal de Saúde.

A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo esclareceu que segue política definida pelo Ministério da Saúde, que indica a definição de alguns locais estratégicos para a disponibilização de soro contra animais peçonhentos. O polo próximo a Flórida Paulista fica em Adamantina. Anualmente, são notificados cerca de 15 mil casos no Estado.

Ainda segundo a secretaria estadual, “as ações de combate e prevenção relacionadas a zoonoses competem aos municípios”.

O corpo de Davi Lucca Bernardes foi sepultado na tarde desta segunda-feira (9), no Cemitério Municipal de Flórida Paulista.

A criança estava em uma propriedade rural no momento em que foi picada, segundo informações da Santa Casa da cidade.

Ainda segundo informações da unidade de saúde de Flórida Paulista, o garoto não resistiu e morreu no hospital de Adamantina.

 

Outras Imagens:

  •  (Foto: Reprodução/TV Fronteira)

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também