• domingo, 19 de novembro de 2017
  • 19:21 Icone do tempo--ºC / --ºC

Economia

9/11/2017 às 10h12

IBGE revisa PIB de 2015 para queda menor, de 3,5%

Quando números foram divulgados, o recuo era maior, de 3,8%. Após a revisão, o setor de serviços teve o primeiro resultado negativo da série, com início em 1996.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revisou a queda do Produto Interno Bruto (PIB) de 2015, que chegou a R$ 5,996 trilhões. O recuo ficou menor do que havia sido divulgado na época, de 3,8%, passou para 3,5%.

Apesar da revisão, o IBGE afirma que o resultado daquele ano continua sendo o menor da série.

As duas únicas atividades que tiveram alteração ao serem revisadas foram indústria, que teve queda de 5,8% - abaixo da queda de 6,3% divulgada antes, e a agropecuária, cujo crescimento real foi de 3,3%, e não de 3,6%.

Já o PIB per capita ficou em R$ 29.324, acima dos R$ 28.876 apresentados em 2015. O valor é 4,3% menor do que o registrado em 2014. De acordo com o IBGE, essa foi a maior queda desse indicador na série com início em 1996.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também