• domingo, 22 de julho de 2018
  • 00:24 Icone do tempo--ºC / --ºC

Trânsito

20/11/2017 às 15h47

Caminhão que derrubou parte de viaduto em SP tinha altura acima do limite

O caminhão que provocou a queda de pedaços de um viaduto que levaram à morte de uma mulher neste domingo (19), em São Paulo, tinha altura maior que a permitida para circular no local. De acordo com a prefeitura de São Paulo, a sinalização indica que veículos de no máximo 4,30 metros podem passar sob o viaduto, mas que o caminhão envolvido no acidente tinha 4,46 metros.

O acidente ocorreu na Avenida do Estado, no bairro do Pari, na zona leste da cidade da capital paulista. O caminhão trafegava sob o viaduto quando, segundo a prefeitura, “atingiu um pórtico por onde passa o sistema de sinalização da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos".

De acordo com o boletim de ocorrência registrado no 8º Distrito Policial, pedaços da viga de concreto foram arrancadas e caíram sobre o teto de um veículo Honda, ferindo a juíza Adriana Nolasco da Silva, de 46 anos, que estava no banco do passageiro. O motorista do carro não chegou a ser atingido. A vítima foi levada para a Santa Casa e, depois transferida para o Hospital das Clínicas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O condutor do caminhão disse à polícia que seguia o itinerário determinado pela empresa para a qual trabalha e que, ao passar sob o viaduto, percebeu que parte da estrutura havia cedido e atingido o carro ao lado. Ele deve responder a processo por lesão corporal culposa. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o tacógrafo do veículo foi recolhido para perícia pelo Instituto de Criminalística.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) multou o motorista do caminhão e apreendeu o veículo com base no Artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro. “O veículo também não portava uma Autorização Especial de Trânsito, documento obrigatório para carros que ultrapassam a altura limite de 4,40m, permitida para circular dentro da cidade”, diz o comunicado da prefeitura.

Após vistorias no local, a prefeitura informou que não foi constatado qualquer problema estrutural no viaduto. O tráfego na via foi liberado hoje (20) por volta das 12h.

Empresa

Em nota, a FL Logística Brasil, dona do caminhão, informou que o veículo “transitava dentro dos padrões legais” e que o choque “foi contra uma estrutura de dutos, fixada embaixo do viaduto, e não no próprio viaduto”.

A empresa informou também que está apurando os fatos para auxiliar a perícia e inquérito policial e que “há informações, ainda não confirmadas, de desnível na pista, de aproximadamente 15 centímetros, recapeamento recente e de outros acidentes neste mesmo final de semana no local”.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também