• segunda-feira, 24 de setembro de 2018
  • 14:22 Icone do tempo--ºC / --ºC

cidade

6/1/2018 às 12h19

Vigilância realiza a primeira avaliação da dengue em 2018

Serão vistoriados 1,2 mil imóveis do município, para obter o índice de infestação de larvas do mosquito Aedes aegypti

A avaliação tem objetivo de levantar o índice larvário do Aedes aegypti, em pontos da cidade (Foto: Divulgação) A avaliação tem objetivo de levantar o índice larvário do Aedes aegypti, em pontos da cidade (Foto: Divulgação)

A Vigilância Epidemiológica (VE) de Dracena, começa na segunda- feira, 8, a primeira Avaliação de Densidade Larvária (ADL) do município de 2018. Serão vistoriados pelos agentes de controle de vetores, 1,2 mil imóveis do município.

Segundo a chefede Informação, Educação e Comunicação da VEAline Andrade, os 1,2 mil imóveis foram definidos por sorteio e os resultados desta amostragemserão usados para verificar na cidade o índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, as vistorias também servem para obter informações dos recipientes que possam conter água parada onde o Aedes se prolifera. Devem ser usadas também como fonte de informação para direcionar as ações de controle nos locais avaliados.

Andrade informa que a VE programa mais dois ADLs para 2018, nos meses de julho e outubro. No último levantamento em outubro de 2017, o índice larvário foi de 0.6, considerado satisfatório. No ano passado, o município registrou 12 casos de dengues e neste começo de 2018, não há nenhum caso.

MUTIRÃO – Uma nova ação contra o Aedes neste início do ano, programada pela VE, será o mutirão de limpeza que terá início no final do mês e atender a sede do município, os distritos de Jaciporã, Jamaica e o bairro Iandara.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também