• domingo, 21 de janeiro de 2018
  • 20:22 Icone do tempo--ºC / --ºC

Saúde

9/1/2018 às 14h11

Cidade da Grande São Paulo recebe reforço no combate à febre amarela

A prefeitura de Mairiporã, cidade localizada ao norte da Grande São Paulo, recebeu hoje (9) uma equipe de infectologistas enviada pela Secretaria Estadual da Saúde com o objetivo de ajudar no controle do surto da febre amarela silvestre transmitida pelos mosquitos Haemagogus e Sabethes. Além de atingir algumas regiões de mata paulista, as transmissões também vêm ocorrendo nos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Mariporã é cercada por densa vegetação que se estende na Serra da Cantareira e os municípios próximos são caracterizados pela presença de chácaras de lazer e condomínios de casa de campo.

Segundo a assessoria de imprensa de Mairiporã, há 25 casos suspeitos de febre amarela na cidade sob análise do Instituto Adolfo Lutz. As três mortes foram provocadas pela doença na região metropolitana de São Paulo desde o final do ano passado referentes as pessoas que passaram pelo município.

Um dos casos diz respeito ao homem de 69 anos, morador de Guarulhos que morreu no último 25 de dezembro, após ter manifestado os sintomas de febre amarela, quando visitava a chácara da família, em Nazaré Paulista,  proxima a Mairiporã.

Diante do quadro epidemiológico foi montado um esquema especial de imunização com  atendimento por 24 horas em dois postos de vacinação, um no centro da cidade e outro, em Terra Preta, bairro localizado a 8 quilômetros do centro de Mairiporã, às margens da Rodovia Fernão Dias. 

De janeiro de 2017 até ontem (8), a Secretaria Estadual de Saúde contabilizou 29 casos autóctones dos quais 13 evoluíram para óbito.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também