• domingo, 21 de janeiro de 2018
  • 20:21 Icone do tempo--ºC / --ºC

Saúde

11/1/2018 às 08h04

Você sabia que crianças podem fazer endoscopia?

O exame endoscópico é utilizado para o diagnóstico e tratamento de diversas doenças que atingem adultos e crianças. Visando a melhoria na saúde dos pequenos, esse procedimento pode ser prescrito como exames de rotina, além de situações de urgência e emergência – nestes casos, são indicados principalmente quando há ingestão acidental de corpos estranhos, moedas, baterias e pedaços de brinquedos, por exemplo, ou de produtos que contenham substâncias lesivas, como a soda cáustica, e para episódios de sangramento digestivo.

Para sua realização, é necessário que inicialmente a criança seja submetida à anestesia ou sedação.  Em posição lateral, o exame acontece seguindo o mesmo protocolo do adulto. Coloca-se um protetor bucal, a fim de impedir que a boca seja fechada, e, em seguida, insere-se o esofagogastroduodenoscópio, aparelho responsável pela visualização da faringe até o intestino.

Além disso, a endoscopia também é utilizada para diagnosticar alguns problemas como dores abdominais, vômitos, dificuldade de deglutição e diarreia crônica. O mesmo procedimento tem função terapêutica nos casos de locais hemorrágicos ou com potencial hemorrágico, por exemplo.

Para tirar dúvidas frequentes a respeito deste procedimento, a dra Silvia Regina Cardoso, presidente do Núcleo de Pediatria da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED), fala um pouco sobre sua recomendação. “A endoscopia digestiva alta pode ser realizada em todas as idades, inclusive em recém-nascidos e crianças com baixo peso. Os equipamentos utilizados são geralmente os mesmos utilizados para pacientes adultos”, explica.

OS PREPARATIVOS PARA O EXAME

Para a endoscopia digestiva alta, normalmente o único preparo necessário é o jejum, que varia de acordo com a idade da criança e o tipo de alimentação. Por exemplo, para crianças em aleitamento materno exclusivo é necessário jejum de 4 horas, já para maiores de três anos é necessário jejum de 8 horas para alimentos sólidos e de três horas para a maioria dos alimentos compostos por líquidos claros. 

“Diferentemente dos adultos, o exame é normalmente realizado sob anestesia geral, que apresenta curta duração, e o paciente tem alta poucas horas após o procedimento, sendo bastante seguro”, conclui. (Fonte: Assessoria Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva 

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também