• quinta-feira, 16 de agosto de 2018
  • 22:06 Icone do tempo--ºC / --ºC

Comportamento

19/1/2018 às 13h05

Há 6 métodos tão ou mais seguros do que a pílula anticoncepcional: conheça quais são

 (Foto: GOLDEN SIKORKA/SHUTTERSTOCK) (Foto: GOLDEN SIKORKA/SHUTTERSTOCK)

Os métodos para evitar uma gravidez indesejada podem variar de acordo com a eficácia e o perfil, preferência e necessidade de cada pessoa.

 

A pílula anticoncepcional é um dos contraceptivos mais populares por ser fácil de ser administrada e garantir segurança, mas existem outras formas tão ou mais eficientes que também previnem a gravidez.

 

Métodos seguros para evitar gravidez

Quando administrada de forma correta, a pílula anticoncepcional tem uma taxa de falha menor de 1%. A opção está presente no mercado com várias marcas e níveis de hormônio para contemplar todo tipo de mulher. Mas ela não é a única alternativa. Conheça outros métodos eficazes que evitam a gravidez:

 

Camisinha: embora tenha eficácia de até 98% se for utilizada corretamente, é o único método contraceptivo que previne doenças sexualmente transmissíveis.

 

Camisinha feminina: apesar de não ser tão popular e acessível quanto a masculina, é outra boa opção para evitar uma gravidez indesejada. Ela pode ser colocada até 8 horas antes da relação sexual e é oferecida gratuitamente em unidades básicas de saúde.

 

Implante subdérmico: considerado um dos métodos contraceptivos mais eficazes, consiste em um pequeno bastonete que pode ser inserido pelo médico abaixo da pele do braço. A opção tem duração de três anos e impede a ovulação, sem apresentar os efeitos colaterais.

 

Adesivo transdérmico: tão eficiente quanto a pílula anticoncepcional, o “patch” colocado sobre a pele das costas, braço ou nádegas deve ser trocado a cada sete dias durante três semanas consecutivas, quando, então, é feito um intervalo de uma semana.

 

DIU de cobre ou DIU de hormônio: os dispositivos introduzidos pelo médico no útero bloqueiam a cavidade uterina, evitando assim a gravidez de forma segura, já que possuem taxa de eficácia 99,1%.

 

Anel vaginal: o anel de silicone transparente e flexível libera hormônios no organismo da mulher que evitam a gravidez. Ele pode ser inserido na vagina pela própria mulher, devendo ser trocado uma vez por mês, e possui praticamente a mesma eficácia da pílula.

 

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também