• sábado, 17 de fevereiro de 2018
  • 21:44 Icone do tempo--ºC / --ºC

cidade

4/2/2018 às 04h25

Em Dracena, no ano passado, Avapac atendeu mais de 50 pacientes em mais de 300 procedimentos

Entre os procedimentos, estão: medicações, fraldas, alimentação, complementos alimentares e agendamento de consultas em Jaú

A vice-presidente da Avapac Diva Fávero e a presidente Marisa Buccironi (Foto: Lucas Mello/JR) A vice-presidente da Avapac Diva Fávero e a presidente Marisa Buccironi (Foto: Lucas Mello/JR)

Hoje, 4, se comemora o Dia Mundial de Combate ao Câncer. Criada em 2005 pela União Internacional de Controle do Câncer (UICC), a data visa mobilizar pessoas e organizações mundiais para reforçar a importância de adoção de hábitos saudáveis, atitudes de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento, fundamentais para o controle da doença.

“O objetivo dessa comemoração é aumentar a conscientização sobre a doença, que mata 8,3 milhões de pessoas por ano no mundo”, destaca a presidente da Avapac, Mariza Helena Cortezi Buccironi.

O Inca – Instituto Nacional do Câncer cita a ocorrência de cerca de 600 mil casos novos de câncer no Brasil entre 2016 e 2017

Cigarro, sedentarismo, má alimentação e poluição estão entre os principais fatores de risco para o surgimento de tumores. Estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) aponta a ocorrência de cerca de 600 mil casos novos de câncer no Brasil entre 2016 e 2017, dos quais cerca de 180 mil foram de pele não-melanoma, 61 mil cânceres de próstata em homens e 58 mil casos de câncer de mama em mulheres. O câncer é a segunda causa de morte no mundo.

Mariza Buccironi afirma que a Avapac completou 20 anos, em setembro do ano passado e já atendeu mais de duas mil pessoas, muitas, felizmente com diagnóstico negativo. “Atualmente, nosso arquivo registra aproximadamente 300 pacientes, somente do município de Dracena. Todos são atendidos pelo SUS no Hospital Amaral Carvalho, de Jaú, Presidente Prudente, Barretos e outros centros”.

 No ano passado a Avapac atendeu mais de 50 pacientes em mais de 300 procedimentos – medicações, fraldas, alimentação, complementos alimentares e agendamento de consultas em Jaú.

 As maiores incidências de câncer são de mama, em mulheres, e próstata e cabeça e pescoço nos homens.

São 60 voluntários e mais de 20 colaboradoras no brechó – que funciona de segunda à sexta, das 13 às 17 horas, mesmo horário de atendimento da sede, cozinha e trabalhos manuais.

 O brechó recebe doações de roupas, calçados, utilidades domésticas, objetos de decoração, eletrodomésticos, livros, móveis. “A procura por essas mercadorias é bem intensa, visto que os preços são baixos. A Avapac retira as mercadorias mas não faz entrega das mesmas”.

 A cozinha trabalha na confecção de salgados e pratos para as nossas promoções e por encomenda de bolachinhas e salgados.

Todas as terças-feiras voluntárias e colaboradoras se reúnem na sede para produzirem peças de trabalhos manuais: são guardanapos, puxa-sacos, toalhas de mesa, toalhas de mão, rosto e banho, peças exclusivas.

 A Avapac se mantém com recursos estadual, municipal e do legislativo dracenense, do seu brechó, dos mensalistas – são mais de 400, cuja grande maioria contribui com cinco reais e das promoções em parceria com a Adec, Lions Clube de Dracena, Loja Maçônica Acácia do Oeste e Fundação Mokiti Okada (Igreja Messiânica) Seicho-No-Iê. E também de promoções próprias como dois Torra-Torra anuais, Bacalhoada e Bazar do Bem (artesanato).

 

Outras Imagens:

  •  (Foto: Lucas Mello/JR)
  •  (Foto: Lucas Mello/JR)

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também