• quinta-feira, 21 de junho de 2018
  • 04:59 Icone do tempo--ºC / --ºC

Política

7/2/2018 às 16h13

Vereador Paulo Henrique Andrade denuncia na Câmara Municipal de Tupã que esposa do Deputado Federal Evandro Gussi era contratada com alto salário por gabinete do Deputado Reinaldo Alguz.

 (Foto: Site Mais Tupã) (Foto: Site Mais Tupã)

Na sessão camarária desta segunda-feira, que marcou o início do ano legislativo na cidade de Tupã o Vereador Paulo Henrique Andrade (PPS)  apresentou documentos indicando que a esposa do Deputado Federal Evandro Gussi foi assessora do Deputado Estadual Reinaldo Alguz. 

Os documentos ainda demonstravam que o próprio Evandro Gussi também foi assessor, e que marido e mulher se alternavam no cargo, sempre com vencimentos acima de 12 mil reais. O edil destacou que nitidamente a esposa assumia o cargo do marido quando este se licenciava para disputar eleições. Os dados apresentados são públicos e podem ser acessados pelo link.

Paulo Henrique Andrade destacou que o fato das contratações não representa, a priori, nenhuma irregularidade, mas que moral e eticamente é reprovável. “Quando vemos um assessor de deputado na rua, todos nós sabemos quem é, mas nunca soubemos que a senhora “J” desempenhava trabalhos de assessoria”. 

O fato já tomou as redes sociais e os grupos de Whats APP, mas até agora não houve nenhuma manifestação do Deputado Evandro Gussi sobre o fato. O que ficou comprovado é que as nomeações cessaram quando Gussi foi eleito Deputado Federal. 

Evando Gussi e Reinaldo Alguz, ambos do PV – Partido Verde – são apoiadores e aliados do Prefeito Ricardo Raymundo. 

A redação do Mais Tupã! tentou contato com a assessoria de imprensa do Deputado Evandro Gussi, mas até o fechamento da matéria não obtivemos nenhuma resposta do parlamentar e de sua equipe. 

Outras Imagens:

  •  (Foto: Site Mais Tupã)
  •  (Foto: Site Mais Tupã)
  •  (Foto: Site Mais Tupã)
  •  (Foto: Site Mais Tupã)

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também