• domingo, 23 de setembro de 2018
  • 16:55 Icone do tempo--ºC / --ºC

Política

10/2/2018 às 09h54

Deputado Federal Evandro Gussi (PV) responde denúncia sobre cargos ocupados pela família no gabinete do Deputado Estadual Reinaldo Alguz (PV)

Nota foi emitida nesta quinta-feira

 (Foto: Divulgação) (Foto: Divulgação)

O Deputado Federal Evandro Gussi do PV se manifestou pela primeira vez após as denúncias apresentadas pelo vereador Paulo Henrique e pelo jornalista Jota Neves de que ele, a esposa e o pai foram assessores do deputado estadual, Reinaldo Alguz, do mesmo partido.

Os dois deputados formaram dobradinha nas últimas eleições, mas antes a família Gussi ocupou cargos de confiança no gabinete de Alguz com salários que ultrapassaram os 9 mil reais, segundo o vereador e o jornalista.

Em nota, Evandro Gussi afirmou que "as contratações foram públicas e seguiram a lei e tanto a esposa quanto o pai cumpriram o que lhes fora proposto para a função e tudo ocorreu em período anterior" ao fato do parlamentar assumir o cargo de deputado federal.

O deputado Evandro Gussi não vê ilegalidade no fato do colega Alguz ter contratado dois cidadãos brasileiros no gozo de seus direitos civis e políticos. Segundo ele, a esposa tem duas graduações universitárias na área da saúde e é uma gestora competente e o pai dele é delegado de polícia aposentado, respeitado advogado em âmbito regional e professor universitário.

Patrimônio

Quanto a evolução patrimonial de Gussi, o deputado diz que tudo é fruto de uma vida de  estudos e de trabalho. Em 2014, o valor real dos seus bens seria de R$ 446 mil reais, além de um financiamento imobiliário de mais R$ 367 mil para a construção da casa dele. “O restante se divide entre informações distorcidas ou interpretações sem critério”, disse Gussi.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também