• sábado, 23 de junho de 2018
  • 05:02 Icone do tempo--ºC / --ºC

Região / Presidente Prudente

6/3/2018 às 11h01

Motorista tem CNH recolhida após conduzir veículo embriagado e 'apontar dedo' em rosto de policial

Militar quase teve sua motocicleta atingida pelo indivíduo e o acompanhou até sua residência, onde realizou abordagem.

Um homem de 50 anos foi preso por embriaguez ao volante neste domingo (4), na Avenida Presidente Juscelino Kubitscheck, em Presidente Prudente.

Conforme consta no Boletim de Ocorrência, um policial militar que trafegava com uma motocicleta no local percebeu que próximo ao cruzamento com a Rua Rubens Pereira Leite, o condutor de uma caminhonete Toyota Hilux, que estava atrás de sua moto, freou bruscamente e quase colidiu com seu veículo.

Em seguida, o homem ultrapassou a moto e seguiu pela mesma rua. O policial o acompanhou por cerca de dois quarteirões, até o condutor parar para entrar na garagem de sua casa, no Jardim Maracanã, ainda de acordo com o BO.

O militar estava fardado e parou sua motocicleta em frente ao automóvel, com a intenção de impedir que o indivíduo entrasse na garagem, já que o mesmo aguardava o portão eletrônico abrir, segundo o documento policial.

O agente pediu então para que o motorista abaixasse o vidro e ele o obedeceu. No momento em que o policial o advertia sobre a sua conduta na direção da caminhonete, percebeu que o mesmo apresentava sinais de embriaguez, pois estava com a voz pastosa, olhos avermelhados e hálito etílico.

Na sequência o condutor da caminhonete engatou a marcha ré e saiu do local. Logo após, sua esposa que estava dentro da residência saiu para conversar com o PM. Em seguida, o homem retornou ao local na condução do veículo. Ao descer, começou a apontar o dedo no rosto do policial e a dizer que o militar iria lhe prejudicar.

O agente contatou o Copom para solicitar apoio no local. Os policiais pediram que o motorista realizasse o teste do etilômetro, mas ele se recusou e foi conduzido para a delegacia. No local, foi determinado o acionamento do médico legista para realizar o exame clínico de embriaguez no indivíduo.

Diante dos fatos, o autor foi conduzido à Delegacia Participativa de Polícia Civil onde foi ratificada a voz de prisão em flagrante. Entretanto, foi arbitrada uma fiança no valor de R$ 1 mil, a qual foi paga pelo motorista.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também