• terça-feira, 19 de junho de 2018
  • 20:29 Icone do tempo--ºC / --ºC

Cotidiano

9/3/2018 às 17h37

Menino de 7 anos que ganhou concurso da Nasa faz palestra em escola de SP

Os alunos do colégio Sans Frontières, na zona norte da capital paulista, deixaram de lado as disciplinas tradicionais na manhã de hoje (9) para assistir uma palestra com o jovem escritor João Paulo Barrera. Com apenas 7 anos, ele ganhou um prêmio de mérito literário concedido pela Agência Espacial Norte-Americana, a Nasa.

O evento faz parte do lançamento do 47º Concurso Internacional de Cartas. Ações semelhantes estão sendo promovidas pelos Correios em todas as regiões do país. O tema do concurso deste ano é “Imagine que você é uma carta que viaja no tempo. Que mensagem você quer deixar para seus leitores?’’. Uma temática que dialoga com a ficção científica desenvolvida pelo jovem autor.

O trabalho premiado de João Paulo teve o título, “No Mundo da Lua e dos Planetas”, e conta a história de “três crianças indo para o espaço em uma estação espacial”. Alfabetizado nos Estados Unidos, ele escreve em português e em inglês.

Ao falar, o menino atiçou a curiosidade dos estudantes. Muitos levantaram e foram ao microfone para saber não só sobre o seu trabalho literário mas até sobre preferências pessoais. Quando foi perguntado se teve medo de disputar um concurso tão importante, como o organizado pela Nasa, o escritor foi enfático: “Na-nã-ni-nã-não!”.

Vida fora da Terra

Sobre as suas leituras, João Paulo disse que prefere as revistas em quadrinhos. Entre as questões que o fazem pensar, está a possibilidade de vida fora da Terra. “Eu queria saber se tem outro planeta com vida, com oxigênio. O universo não pode ter só um lugar que tenha vida, um planetinha de nada”, diz ao comparar a pequenez do nosso mundo em relação as inúmeras galáxias que compõe o universo.

A partir da fala de João Paulo, a expectativa é que os estudantes de 9 a 15 anos se animem a escrever cartas para o concurso de cartas. O Brasil tem obtido bons resultados na competição, sendo o segundo país melhor colocado no ranking internacional do concurso organizado pela União Postal Internacional, ficando atrás apenas da China. Foram três primeiros lugares, dois segundos lugares e duas premiações em terceiro lugar.

No Brasil, os estudantes, que devem se inscrever obrigatoriamente pelas escolas, podem receber prêmios tanto pela colocação estadual como regional, além da premiação nacional. As inscrições estão abertas a todos os estabelecimentos de ensino do país.

A nível mundial, a disputa envolve jovens de 192 países. Em 2017, foram recebidas cerca de 1,2 milhão de cartas.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também