• sábado, 26 de maio de 2018
  • 11:08 Icone do tempo--ºC / --ºC

Polícia

16/5/2018 às 11h02

Ação conjunta entre as Polícias Civis de Paulicéia e Brasilândia-MS resulta na apreensão de defensivos avaliados em R$ 50 mil

O produto estava escondido na casa da namorada do homem que praticou a ação criminosa, em Paulicéia, conforme informou o delegado Bruno Verginassi de Oliveira

Foram apreendidos cerca de 200 quilos de defensivos (herbicidas, inseticidas e fertilizantes), avaliados em cerca de R$ 50 mil (Foto: Cedida/Polícia Civil) Foram apreendidos cerca de 200 quilos de defensivos (herbicidas, inseticidas e fertilizantes), avaliados em cerca de R$ 50 mil (Foto: Cedida/Polícia Civil)

Após a apreensão de uma carga defensivos agrícolas sem origem lícita comprovada, efetuada pela Polícia Militar de Brasilândia (MS), na madrugada de hoje, 16, que resultou na prisão em flagrante de um homem de 45 anos, a Polícia Civil iniciou investigações.

Conforme informa o delegado de polícia, Bruno Verginassi de Oliveira, de Paulicéia, foi descoberto que o homem preso, um vigilante possuía um depósito de defensivos de origem ilícita na casa da namorada, na cidade (Paulicéia). Com essa informação, uma equipe da Polícia Civil se deslocou até o município vizinho - Brasilândia - e conseguiu identificar a namorada do homem e o endereço dele.

Segundo o delegado, no local havia um cômodo, do lado externo da casa, onde foram apreendidos cerca de 200 quilos de defensivos (herbicidas, inseticidas e fertilizantes), avaliados em cerca de R$ 50 mil. “A mulher, que namorava o autor há dois anos, disse que nos últimos dias ele solicitou que ela guardasse os defensivos em sua casa, sem justificar a origem. Ela afirmou não ter desconfiado de nada por que ele sempre disse que residia em um sítio em Brasilândia-MS e que usava os produtos na lavoura”, explicou dr. Bruno.

O material foi encaminhado para a Delegacia de Brasilândia-MS, somando-se ao material que foi apreendido na ação da Polícia Militar.

A Polícia Civil iniciou um trabalho de levantamento de dados para rastrear a origem dos defensivos apreendidos. O valor total do material apreendido nas duas ações, segundo o delegado pode ultrapassar de R$ 100 mil.

O homem foi autuado em flagrante por crime ambiental, porque transportava o produto perigoso ou nocivo à saúde sem a devida licença ambiental. Foi arbitrada uma fiança criminal no valor de 10 salários mínimos. O preso permanece recolhido, porque não pagou o valor arbitrado até a comunicação da prisão ao Poder Judiciário.

Outras Imagens:

  •  (Foto: Cedida/Polícia Civil)
  •  (Foto: Cedida/Polícia Civil)

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também