• sábado, 23 de junho de 2018
  • 01:12 Icone do tempo--ºC / --ºC

Agricultura

14/6/2018 às 06h50

Evento para fomentar a cultura da batata-doce começa amanhã

De acordo com dados da Pesquisa Agrícola Municipal do IBGE, Presidente Prudente é uma das principais regiões produtoras da cultura no Brasil

“O Estado de São Paulo é o segundo maior produtor de batata-doce do País, no entanto, sua produtividade é muito inferior ao potencial da cultura”, aponta pesquisadora da Apta  (Foto: Ailton Correia) “O Estado de São Paulo é o segundo maior produtor de batata-doce do País, no entanto, sua produtividade é muito inferior ao potencial da cultura”, aponta pesquisadora da Apta (Foto: Ailton Correia)

Queridinha das dietas fitness, a batata-doce tem ganhado espaço na mesa dos brasileiros. Segundo dados da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), em janeiro de 2008, o volume de vendas do tubérculo em São Paulo, Capital, chegou a 1.500 toneladas, aproximadamente. Em março de 2017, a comercialização atingiu o pico da série histórica mantida pela instituição com mais de seis mil toneladas e, desde então, vem se mantendo em patamares próximos a cinco mil toneladas/mês.

Para discutir questões técnico-científicas da produção de batata-doce, será realizada a 1ª Feira Tecnológica da Batata-doce de Presidente Prudente e Região (Batatec), entre amanhã, 15, e domingo, 17. O evento conta com apoio da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. De acordo com dados da Pesquisa Agrícola Municipal do IBGE, Presidente Prudente é uma das principais regiões produtoras da cultura no Brasil.

Durante a Batatec, a APTA apresentará resultados preliminares de pesquisa que visa analisar as características agronômicas de genótipos de batata-doce oriundos de sementes provenientes do cruzamento de duas variedades cultivadas na região. A ideia é selecionar materiais com elevada produtividade comercial e formato de raiz adequado ao mercado in natura.

O estudo, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), se iniciou em outubro de 2017 e deve ser finalizado em setembro de 2019. “O Estado de São Paulo é o segundo maior produtor de batata-doce do País, no entanto, sua produtividade é muito inferior ao potencial da cultura. A Região de Presidente Prudente é grande produtora do Estado, mas também apresenta baixa produtividade. Uma das causas é a utilização de poucas variedades com as características comerciais necessárias, sendo que esses materiais podem não ser os mais indicados para a região”, explica Amarílis Beraldo Rós, pesquisadora da APTA e coordenadora do projeto de pesquisa.

           

1ª BATATEC

Durante o evento, serão realizadas palestras sobre nutrição e adubação em solos arenosos, ecofisiologia da batata-doce, vantagens no uso de mudas com registro e alto padrão de sanidade, melhoramento genético, benefícios para alimentação e processamento e produtos como a fabricação de etanol de batata-doce. Além do conteúdo técnico, os visitantes poderão se deliciar em uma praça de alimentação formada por food-trucks em que serão servidos pratos salgados e doces produzidos com batata-doce. Será possível experimentar até mesmo cerveja de batata-doce.

A entrada no evento é gratuita, mas quem quiser colaborar pode doar um quilo de alimento não perecível ou uma peça de roupa ou agasalho. As doações serão revertidas ao Fundo Social de Solidariedade de Prudente.

 

SERVIÇO

1ª Feira Tecnológica da Batata-doce de Presidente Prudente e Região (Batatec)

Data: de 15 a 17 de junho de 2018

Local: IBC – Centro de Eventos

Endereço: R. Doutor Hugo Lacarte Vitale, 46, Presidente Prudente – SP

Entrada: Evento gratuito

(Com informações Assessoria de Imprensa – APTA)

 

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também