• sexta-feira, 20 de julho de 2018
  • 05:32 Icone do tempo--ºC / --ºC

Música

15/6/2018 às 18h56

Rádio Nacional viveu a história do samba; ouça áudio com Ismael Silva

Ensaios de escolas de samba eram transmitidas diretamente das quadras

Os sambas que apaixonam os agrupamentos e fazem seus integrantes subirem o morro em busca da memória ainda viva dos sambistas da velha guardaforam compostos nas primeiras décadas do século 20, sobretudo o chamado samba batucado, com marcação propiciada pela invenção do instrumento chamado surdo, o que permitiu o surgimento das escolas de samba.

Parte da história do ritmo pode ser contada por meio das transmissões da Rádio Nacional do Rio de Janeiro, que foi inaugurada em setembro de 1936. “Na época de ensaios das escolas, nas quadras, a Rádio Nacional, a gente dava muita notícia. A rádio cobriu até ensaios nas quadras”, relembrou Alberto Luiz Santos, que desde 1978 trabalha no acervo da rádio, hoje integrada à Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Alberto Santos explica que os arquivos históricos que estão disponíveis na EBC datam, principalmente, a partir das décadas de 1950. “Os materiais que temos dessa época do acetato [do início da rádio] são, algumas coisas, de 1948, 1949, mas poucas coisas. Era um material muito perecível”, explicou.

Um pouco da história da Rádio Nacional foi contada em um especial publicado por ocasião dos seus 80 anos, completados em 2016. Clique aqui para conhecer.

Aqui, o repórter transmite resultado do carnaval de 1949, ano em que a Escola de Samba Império Serrano foi a campeã:

Audio Player
 
 
 
Confira o áudio original da Rádio Nacional

Matrizes do samba

Aos 102 anos de sua primeira gravação, o samba é mais do que um gênero musical característico do Brasil: é uma forma de expressão e um modo de socialização. Em 1916, ele se materializou em gravação com a música Pelo Telefone, de autoria do músico e compositor carioca Ernesto dos Santos, o Donga.

Desde 2007, o samba – nas variações partido-alto, samba de terreiro e samba-enredo – é reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como patrimônio cultural imaterial do Brasil.

O Dossiê Matrizes do Samba no Rio de Janeiro, do Iphan, explica cada uma das modalidades. “O samba de terreiro faz referência aos espaços de encontro e celebração dos sambistas, que ali dançam um samba livre com as marcas de sua ancestralidade. Nos terreiros, pátios das escolas de samba, cantam as experiências da vida, o amor, as lutas, as festas, a natureza e a exaltação das escolas e da própria música”, diz o texto.

O partido-alto, por sua vez, é marcado pelo improviso. Essa matriz nasceu nas rodas de batucadas, “onde o grupo marca o compasso, batendo com a palma da mão e repetindo o refrão e inventando estrofes segundo um tema proposto”.

Ismael Silva

Com as primeiras escolas de samba, surge o samba-enredo no final da década de 1920, adaptando-se às necessidades do desfile. “O compositor elabora seus versos com base no tema (enredo) a ser apresentado pela escola, descrevendo uma história, de maneira melódica e poética. De sua animação e cadência depende todo o conjunto da agremiação, tanto em termos de evolução como de envolvimento harmônico.”

Aqui, o radialista Hilton Abi-Rihan entrevista Ismael Silva para a Rádio Nacional, na década de 1970, em que o sambista conta a história de criação da primeira escola de samba, a Deixa Falar, no bairro do Estácio, em 1928.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também