• sexta-feira, 20 de julho de 2018
  • 13:24 Icone do tempo--ºC / --ºC

Cotidiano

19/6/2018 às 15h11

Região de Presidente Prudente pode se inscrever no VII Prêmio Ações Inclusivas para Pessoas com Deficiência

Promovido pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, o Prêmio será restrito para finalistas de edições anteriores; poderá se inscrever a Secretaria Municipal de Educação de Dracena, finalista em 2010

As inscrições da sétima edição do Prêmio Ações Inclusivas para Pessoas com Deficiência estão abertas para todo o Estado de São Paulo até o dia 23 de junho. Realizada pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a premiação tem o objetivo de estimular a implantação de iniciativas inclusivas, além de identificar e reconhecer as já existentes. A novidade desta edição é que somente poderão se inscrever as instituições das categorias “Governamental” e “Não Governamental” que ficaram entre as finalistas em edições anteriores do Prêmio, entre os anos de 2010 e 2017. A ideia é identificar a trajetória, desdobramento, crescimento, desafios e conquistas das ações premiadas anteriormente.

Do município de Dracena, poderá se inscrever a Secretaria Municipal de Educação, finalista em 2010 com o programa “Ver, Ouvir e Movimentar”.

Podem concorrer ao prêmio pessoas ou instituições que mantenham ações ou projetos que atendam pessoas com deficiência. As práticas devem ser cadastradas através do preenchimento de um formulário no site http://premio.sedpcd.sp.gov.br/. Segundo os critérios estabelecidos no regulamento do prêmio, serão selecionadas 10 ações finalistas (das categorias governamentais e não governamentais) que receberão Placa de Menção Honrosa, e a primeira de cada categoria serão premiadas com troféu.

O Brasil tem hoje mais de 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência. Somente no Estado de São Paulo, esse número ultrapassa 9 milhões. Para a secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Rizzo Battistella, o prêmio tem o intuito de potencializar a questão da inclusão. “As políticas de inclusão devem ser reconhecidas e incentivadas. Em todo o Estado, os municípios vêm promovendo importantes progressos relativos às pessoas com deficiência. O Prêmio é um instrumento para difundir e multiplicar esses trabalhos tão importantes”, afirma a secretária.

 

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também