• sexta-feira, 20 de julho de 2018
  • 05:33 Icone do tempo--ºC / --ºC

Governo

2/7/2018 às 11h02

Márcio França anuncia o fim da fila de pedidos de isenção de ICMS e IPVA para taxistas

Mutirão da Secretaria da Fazenda faz parte do programa Nos Conformes, que estabelece uma nova lógica de atuação do Fisco estadual paulista, voltada ao apoio e colaboração aos contribuintes

O governador do Estado de São Paulo, Márcio França, anunciou nesta segunda feira (2/7), o fim da lista de espera dos pedidos de isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para taxistas cadastrados no Sistema de Controle de Pedidos de Benefícios Fiscais para Veículos Automotores (SIVEI). Além disso, atendendo à reinvindicação da categoria, a autorização para a aquisição de carros novos não estará mais vinculada à marca, modelo e concessionária. Para tanto, está sendo editado o anexo IV da Portaria CAT nº 68, de 2001.

A medida faz parte do programa Nos Conformes, projeto da Secretaria Estadual da Fazenda, que estabelece uma lógica de atuação do Fisco estadual, voltada ao apoio e colaboração aos contribuintes, e beneficiará taxistas profissionais autônomos e também os que atuam como Microempreendedor Individual – MEI no Estado de São Paulo.

"Eu agradeço muito a Secretaria da Fazenda e os seus profissionais técnicos que agilizaram, correram para poder criar um mecanismo legal que pudesse garantir para vocês esse beneficio na plenitude. E vocês sabem, claro que se a pessoa for fazer um documento e, eventualmente for pego em fraude, a secretaria não pode punir todo mundo porque um ou dois fizeram fraude. A gente não tem esse direito. A gente precisa confiar no cidadão de São Paulo e a gente quer dizer que confia em vocês, taxistas", afirmou o governador Márcio França.

De acordo com o secretário estadual da Fazenda, Luiz Claudio de Carvalho, 36 servidores da pasta realizaram um mutirão para analisar cerca de 1500 pedidos de isenção de ICMS de taxistas, que foram concluídos em dez dias. Outra novidade é que o fisco simplifica a entrega do pedido para aquisição do carro zero. "Os taxistas não precisam mais ser tão específicos no pedido, detalhando a marca, o modelo e a concessionária", explica. "Essa vinculação gerava grandes transtornos, pois no momento da aprovação do benefício o veículo descrito no pedido poderia não estar mais disponível para venda. Com isso, o profissional precisava formalizar um novo pedido à Fazenda para adequação da autorização a todos esses aspectos, gerando trabalho e custos tanto para o taxista quanto para o fisco", reforçou Carvalho que disse ainda que eles perdiam poder de negociação.

Para usufruir da isenção, é necessário que o profissional exerça há pelo menos um ano a atividade de condutor autônomo de automóvel de passageiros, na categoria de aluguel (táxi), e que não tenha comprado nos últimos dois anos veículo com isenção do ICMS.

Os pedidos de isenção do ICMS e IPVA devem ser feitos pelo SIVEI, que possibilita a apresentação do requerimento diretamente por meio da internet, de forma totalmente digital, eliminando a necessidade de deslocamento até um Posto Fiscal ou unidade de atendimento da Secretaria da Fazenda.

O acesso está disponível diretamente na homepage da Secretaria da Fazenda –www.fazenda.sp.gov.br – na aba de serviços para cidadãos e empresas.

Sobre o Nos Conformes

O Programa Nos Conformes é uma lei complementar inovadora que cria condições para a construção de um ambiente de confiança recíproca entre os contribuintes e a Fazenda paulista, por meio de medidas concretas inspiradas nos princípios da segurança jurídica, boa-fé, publicidade e transparência, entre outros, em alinhamento com as boas práticas internacionais e com a avaliação positiva de maturidade da gestão tributária (TADAT).

Por meio de mutirões e ações educativas, os servidores paulistas aperfeiçoam a comunicação entre os contribuintes e o Fisco, simplificando a legislação tributária. Medida esta, que facilita a autorregularização e a conformidade fiscal.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também