• quarta-feira, 26 de setembro de 2018
  • 02:35 Icone do tempo--ºC / --ºC

Região / Adamantina

6/7/2018 às 12h22

Adamantina supera Dracena, Osvaldo Cruz e Tupã no Índice FIRJAN de Desenvolvimento

Adamantina está inserida no grupo de 431 municípios brasileiros com alto desenvolvimento.

Índice de Desenvolvimento Municipal, da FIRJAN, coloca Adamantina em condição de destaque na Nova Alta Paulista  (Foto: Arquivo) Índice de Desenvolvimento Municipal, da FIRJAN, coloca Adamantina em condição de destaque na Nova Alta Paulista (Foto: Arquivo)

Adamantina está à frente de cidades como Dracena, Osvaldo Cruz, Tupã e Araçatuba, no IFDM (Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal). O indicador é produzido pelo Sistema FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado Rio de Janeiro) e a mais recente atualização foi divulgada no final de junho passado.

Referência para o acompanhamento socioeconômico brasileiro, o IFDM monitora três áreas, a partir de estatísticas públicas oficiais de cada setor: emprego & renda, educação e saúde. A pontuação varia de 0 a 1: quanto mais perto de 1, melhor o nível de desenvolvimento. O atual IFDM usou como referência os dados oficiais de 2016.

Adamantina ocupa posição 170 no Brasil e 91 em SP

No atual IFDM, Adamantina obteve a pontuação consolidada de 0.8321, a melhor entre os cerca de 30 municípios da Nova Alta Paulista, à frente de cidades como Dracena (0.8269), Tupã (0.8144) e Osvaldo Cruz (0.7559), e se posiciona na categoria dos municípios de alto desenvolvimento. O índice local também está acima do IFDM Brasil, que atingiu 0,6678 ponto.

Nesta edição do IFDM foram avaliados 5.471 municípios, onde vivem 99,5% da população brasileira. No resultado geral, que inclui a média das notas dos três indicadores (emprego e renda, saúde e educação) foram observados apenas 431 municípios (7,9%) com alto desenvolvimento, onde se insere Adamantina.

Com esses números, Adamantina ocupa a posição 170 no Brasil e 91 no Estado de São Paulo. Dracena está na posição 190 no Brasil e 98 em SP. Tupã ocupa a posição 303 no Brasil e 141 em SP. Osvaldo Cruz ocupa a posição 1.055 no Brasil e 354 em SP. Adamantina está à frente, também, de cidades como Araçatuba, que está na posição 272 no Brasil e 125 em SP.

Além da pontuação consolidada, o IFDM disponibiliza também os resultados dentro de cada uma das áreas pesquisadas, onde Adamantina obteve 0.9660 em educação, 0.8246 em saúde e 0.7057 em emprego & renda.

Melhor desempenho de Adamantina, na região, é em emprego e renda

A análise comparativa em cada um dos agrupamentos, entre as quatro cidades, coloca Dracena (0.9818) e Osvaldo Cruz (0.9788) à frente, na área da educação, estando Adamantina (0.9660) à frente apenas de Tupã (0.9325). Na área de saúde, Dracena (0.8289) à frente, seguida de Tupã (0.8524), depois Adamantina (0.8246) e por fim Osvaldo Cruz (0.7945). Já na área de emprego & renda, Adamantina está à frente das três cidades (0.7057), seguidas de Dracena (0.6700), Tupã (0.6582) e Osvaldo Cruz (0.4946).

Louveira lidera e Flórida Paulista na antepenúltima colocação

Louveira foi a cidade melhor avaliada de todo o país (0,9006), com alto desenvolvimento em saúde e educação e moderado em emprego & renda. Entre as 15 com melhor avaliação do país, 10 são paulistas. As demais são, na ordem: Olímpia, Estrela do Norte, Itatiba, Itupeva, São Caetano do Sul, Jundiaí, Jaguariúna, São José do Rio Preto e Paraguaçu Paulista. Todas apresentaram alto desenvolvimento no índice geral do IFDM. O segundo e terceiro lugares no ranking nacional ficaram também com Olímpia e Estrela do Norte, que avançou 13,4% no IFDM emprego & renda graças a aberturas de novos postos de trabalho.

No extremo oposto está Flórida Paulista – vizinha a Adamantina –, que ocupa a posição 643 em SP e posição 4.793 no Brasil. No Estado de SP, Flórida Paulista é a última colocada no ranking, já que duas cidades (Indiaporã e Restinga) não têm seus índices informados, em razão da ausência, insuficiência ou inconsistência de informações.

Para saber mais detalhes, sobre cada município brasileiro, acesse aqui.

 

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também