• segunda-feira, 24 de setembro de 2018
  • 04:27 Icone do tempo--ºC / --ºC

Polícia

11/7/2018 às 17h26

Receita Federal e Polícia Federal combatem o tráfico internacional de drogas e a lavagem de dinheiro em 03 estados

A operação ocorre simultaneamente nos estados do Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Espírito

A Receita Federal (RFB) e a Polícia Federal (PF) deflagraram em 09 de julho de 2018 a Operação

ANTIGOON, contra o tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro.

A operação busca desarticular uma organização criminosa (ORCRIM) que tem seu foco principal de

atuação na Região Sudeste do país.

A justiça da 6º Vara Federal Criminal do RJ expediu contra a ORCRIM 15 mandados de prisão e 21

mandados de busca e apreensão em residências e empresas. A operação ocorre simultaneamente nos

estados do Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Espírito Santo (ES).

A ORCRIM vinha se utilizando de operações de exportação pelo modal marítimo, iniciadas

principalmente nos portos do RJ, de Vitória no ES Espírito Santo, Santos em São Paulo, Salvador

na Bahia e Suape em Pernambuco para traficar cocaína para diversos destinos na Europa.

O monitoramento das operações criminosas pela RFB Receita Federal vinha sendo feito há cerca de

um ano, gerando a apreensão, no Brasil e no exterior, de aproximadamente quatro toneladas de

cocaína nesse período. Pouco mais de 50% da droga tinha como destino a Espanha

A ORCRIM empregava dois modus operandi distintos para remeter sua cocaína à Europa:ocultação da droga em exportações lícitas (modalidade denominada “rip on - rip off”) ousimulação de operações de exportação por meio de empresas laranjas ou de aluguel.

Na maioria das vezes os criminosos utilizam um depósito ou galpão para esconder a droga no

conteiner antes deste entrar no terminal portuário alfandegado, onde vigora um rigoroso controle de

segurança por exigência da Aduana da RFB.


Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também