• quarta-feira, 15 de agosto de 2018
  • 23:19 Icone do tempo--ºC / --ºC

Economia / Emprego

8/8/2018 às 06h07

Número de emissão de carteira de trabalho cresce em Dracena no primeiro semestre

Emissão da carteira de trabalho cresce em todo o Brasil: Dracena acompanha o ritmo O Ministério do Trabalho informa que emitiu mais de 2,7 milhões de carteiras no primeiro semestre deste ano em todo país; em Dracena foram 1.059 nos primeiros seis meses de 2018 feitas pela SERT e o Poupatempo

No Poupatempo em Dracena, apenas neste primeiro semestre deste ano foram emitidas 820 carteiras do trabalho  (Foto: Lucas Mello/JR) No Poupatempo em Dracena, apenas neste primeiro semestre deste ano foram emitidas 820 carteiras do trabalho (Foto: Lucas Mello/JR)

No primeiro semestre de 2018, mais de 2,7 milhões de carteiras de trabalho foram emitidas em todo o país. Esse número representa um aumento geral de mais de 74 mil documentos em relação ao mesmo período do ano passado. Até o final de junho de 2017 haviam sido emitidas 2.644.195 carteiras no país, enquanto que em 2018 esse número ficou em 2.719.179.

O estado de São Paulo foi o que mais emitiu carteiras no período (673.347), seguido de Minas Gerais (277.599), Rio de Janeiro (211.712), Bahia (163.842) e Paraná (147.207).

Na cidade de Dracena, no primeiro semestre deste ano, a Secretaria de Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho apontou que foram emitidas 239 carteiras (primeira via).

Na unidade local do Poupatempo o número é bem maior. Foram emitidos 820 documentos nos seis primeiros meses deste ano. A assessoria do órgão informou ainda que entre janeiro e junho de 2017, foram 486 carteiras feitas no posto e no ano todo que passou o número chegou a 1.027 documentos.

NO BRASIL

Em 2018 também houve um aumento na emissão de carteiras para estrangeiros. Enquanto o total de emissões até maio de 2017 foi de 22.938, o mesmo período, em 2018, totalizou 34.727 carteiras. Esse aumento foi impulsionado principalmente pelo estado de Roraima, em virtude da grande quantidade de imigrantes venezuelanos ingressando no Brasil devido à crise em seu país de origem.

Em Roraima, a quantidade de documentos emitidos para estrangeiros cresceu 72%, se comparado com o número de carteiras emitidas no mesmo intervalo de tempo em 2017. Enquanto no ano passado o número de emissões foi de 2.903, em 2018 esse número chegou a 10.350.

CARTEIRA DIGITAL

Desde novembro passado, além do documento em sua versão física, o trabalhador conta com a Carteira de Trabalho Digital. O aplicativo já teve 250 mil downloads, com uma média de 1,7 mil downloads por dia. A versão digital permite que os trabalhadores tenham sempre em mãos as informações de qualificação civil e dos vínculos trabalhistas e possam solicitar a primeira e a segunda vias da carteira de trabalho física. Ele também pode conferir se seu empregador forneceu o vínculo trabalhista e saber se as informações prestadas estão corretas nos sistemas do governo. Do total de downloads realizados até agora, 220 mil foram para celulares com sistema operacional Android e 30 mil para iOS. O serviço de emissão de carteiras está disponível nas unidades do Ministério do Trabalho e em unidades descentralizadas em todo o país, por meio de parcerias com estados e municípios. A rede conta com mais de 2,4 mil postos de atendimento.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Para fazer a carteira pela primeira vez é necessário apresentar CPF, comprovante de residência, carteira de identidade e certidão de nascimento ou casamento. Quem já fez o documento e precisa da segunda via deve ter em mãos a carteira anterior ou boletim de ocorrência (em caso de furto, perda ou roubo), um documento que comprove o número e a série da carteira anterior (pode ser Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho, Requerimento de Seguro-Desemprego, Extrato do FGTS ou Espelho do PIS ativo na Caixa Econômica). A foto é feita na hora e todos os documentos devem ser originais ou cópias legíveis, autenticadas em cartório. (Com informações assessoria de imprensa do Ministério do Trabalho)

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também