(Lucas Mello/JR)

O 1º Mutirão de Limpeza de 2019 que terminaria nesta quarta-feira, dia 30, irá se estender até que o serviço de recolhimento seja totalmente concluído. Desde o último dia 21, a Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica (VE) oferece o serviço na cidade, com o objetivo de recolher tudo que possa acumular água favorecendo a procriação do mosquito Aedes aegytpi. Este é o transmissor da dengue, febre amarela, chikungunya e zika vírus.

Moradores devem ficar atentos aos objetos que acumulam água (Lucas Mello/JR)

A chefe de Informação, Educação e Comunicação, Aline Andrade, da VE informou na tarde de ontem, ao JR e Portal Regional que foram registrados nove casos de dengue no município, sendo sete autóctones (contraídos aqui mesmo na cidade) e dois importados.

Aline frisou que os agentes continuam encontrando muitas larvas do mosquito, o que é preocupante. “Nossas verificações ocorrem tanto em residências quanto nos pontos estratégicos, onde a VE faz visitas a cada 15 dias, como oficinas, ferro-velhos. Infelizmente muitos ainda não ficam atentos à água parada”.

O período é de calor intenso e frequentes pancadas de chuva, fatores essenciais para a proliferação do mosquito. Por isso nunca é demais se lembrar de retirar dos quintais e outros pontos tudo que possa estar acumulando água parada.

 

CONFIRA O CRONOGRAMA DO MUTIRÃO

Os dois últimos setores que o mutirão passará abrange:

Hoje (Terça-feira) – Setor 7 Bairros: Jardim Santa Clara, Jardim Bela Vista , Residencial Sol Nascente I e II e Residencial Green Ville.

Amanhã (Quarta-feira) – Setor 8 Bairros: Vitória Régia, Frei Moacir I e II, Residencial Pitangueiras, Distritos de Jaciporã e Jamaica. Lembrando que será feito o recolhimento nos setores restantes, mesmo após essa data, caso não seja concluído o serviço.