Público no auditório Aparecida Ikeda (Ass. Prefeitura)

O cultivo de uvas para produção de vinho, o manejo em cultivo protegido na horticultura, o plantio de café robusta, como alternativa de diversificação de renda, o consórcio seringueira e cacau, as técnicas de manejo para produção de maracujá, o potencial e manejo para alta produtividade de mandioca de mesa e indústria, além de técnicas de cultivo e comercialização de melancia, foram os temas do I Seminário da Agricultura Familiar da Alta Paulista, que a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto Agronômico (IAC), apresentou aos produtores rurais, ontem, 10, no auditório Aparecida Ikeda de Junqueirópolis.

Na abertura, a Banda Regimental do Comando de Policiamento Militar do Interior (CPI-8) de Presidente Prudente fez apresentação; a mesa de autoridades contou com a presença do prefeito anfitrião Hélio Furini.

A pesquisadora do IAC, Eliane Gomes Fabri, explicou que Junqueirópolis foi escolhida para sediar o evento pelo seu histórico agrícola, infraestrutura e logística e o número considerável de produtores familiares, destacando que o simpósio apresentou as novas opções de produção e manejo para culturas aptas para a região.

De acordo com a equipe de Eliane, a agricultura familiar tem extrema importância no cenário agro nacional, constituindo a base da economia de 90% dos municípios brasileiros com até 20 mil habitantes, conforme dados do Censo Agropecuário de 2017.

O levantamento também apontou que a atividade é responsável pela renda de 40% da população economicamente ativa do Brasil e por mais de 70% dos brasileiros que residem no campo.

Para os pesquisadores do IAC essa iniciativa é uma forma de aproximar os trabalhos desenvolvidos pela instituição dos agricultores. Essa interação com o setor produtivo proporciona alternativas que geram economia e melhorias sociais.

O I Seminário da Agricultura Familiar da Alta Paulista foi coordenado pelo IAC, pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) e pela Casa da Agricultura de Junqueirópolis, através do incentivo do diretor da Agricultura Roberto Fujiwara, com apoio da Prefeitura.

O evento foi realizado dentro da programação Aceruva 2019. (Com informações assessoria de imprensa/Prefeitura)