(Divulgação)

No domingo, 1°, um vídeo divulgado nas redes sociais repercutiu negativamente à Polícia Militar. As imagens mostram dois militares, na praça em frente à igreja Matriz Santo Antônio, em Junqueirópolis chutando um homem que estava sentando em um banco, acompanhado de um cão. A imagem mostra ainda um dos policiais usando gás pimenta na cara do cão. O homem não reagiu a ação tão pouco o animal.

O delegado de polícia Eliandro dos Santos informou que registrou o Boletim de Ocorrência e encaminhou à Polícia Militar.

NOTA DA PM

O setor de comunicação do 25° Batalhão da Polícia Militar encaminhou nota ao JR e Portal Regional. Segue na íntegra: “Na tarde de ontem (1°), chegou ao conhecimento da Polícia Militar um vídeo divulgado por meio de redes sociais, envolvendo uma equipe policial militar, um cidadão e um cachorro em uma praça na cidade de Junqueirópolis. Inicialmente os policiais militares foram acionados para atender ocorrência de animal agressivo na praça, fato este recorrente na cidade, inclusive com encaminhamento a outros órgãos competentes. O 25º Batalhão de Polícia Militar do Interior lamenta o episódio, pois, após análise das imagens, verificou-se que houve uma ação inadequada do policial militar, o qual não reflete o preconizado em treinamentos e na doutrina de defesa do cidadão. Cabe ressaltar que a Polícia Militar não compactua com nenhum tipo de irregularidade praticada pelos seus integrantes, sendo implacável com os desvios de conduta. Foi instaurado Inquérito Policial Militar para a apuração rigorosa dos fatos”, conclui a nota.