Delegado seccional dr. Nilton Paschoal responsável pela Delegacia Seccional de Dracena (Marcos Maia/JR)

A Polícia Civil divulgou ontem, 23, o balanço das ações desenvolvidas na área da Delegacia Seccional de Polícia de Dracena, que abrange as unidades de Junqueirópolis até Panorama. Os dados mostram que de janeiro a dezembro de 2019, foram lavrados 32 autos de prisão em flagrante; 33 pessoas presas e autuadas em flagrante; 19 autos de apreensão de adolescentes; 477 pessoas presas por mandado de prisão; 22 prisões temporárias solicitadas; 277 prisões preventivas solicitadas; 95 mandados de busca e apreensão solicitados; 1.135 termos circunstanciados de ocorrências; 348 medidas protetivas cumpridas; 737 casos esclarecidos; 1.869 inquéritos policiais instaurados; 1.932 inquéritos policiais relatados e cerca de 1 tonelada e meia de drogas incineradas.

O delegado seccional de polícia Nilton Santos Paschoal disse ao JR que o resultado é satisfatório, de grandes realizações e fruto da dedicação, experiência, interação, aperfeiçoamento dos policiais compromissados. Produziram mais com menos pessoal em relação há vinte anos quando o contingente policial era maior e ajudaram a reduzir os índices criminais das principais ocorrências, tais como homicídios (-100%), roubos (84%), furtos simples (50%), e também houve a diminuição de furtos e roubos de veículos.

Segundo Paschoal, o índice de casos esclarecidos no geral foi de 70%. “Os resultados foram muito positivos”, comentou o delegado seccional de Dracena.