Presidente da Câmara municipal, Tenente Sidnei Sandro Mantovani, ao lado do prefeito Alexandre Tassoni Antonio (Divulgação)

O presidente da Câmara Municipal de Tupi Paulista, Tenente Sidnei Sandro Mantovani fez o fechamento das contas com uma economia de aproximadamente 29,3% do que lhe é permitido pela Lei Orçamentária e dentro do teto máximo do limite de gastos do Poder Legislativo.

A Câmara Municipal deixou de solicitar no ano de 2019 o valor de R$ 199.075,34 e no fechamento do referido exercício de 2019 devolveu em dinheiro a Prefeitura Municipal o montante de R$ 368.134,11, sendo R$ 311.046,87 do repasse de duodécimo, R$ 53.054,33 de receitas extras orçamentárias e R$ 4.032,91 de rendimentos provenientes da aplicação financeira, gerando uma economia total de R$ 567.209,45.

Conforme o Presidente do Legislativo. “O Vereador é o fiscal do Município e também no papel de gestor, devemos dar e ser exemplo. Nosso percentual de repasse de recursos, que é de 7 % sobre a receita corrente do município, é um valor não necessário para manutenção e melhorias do Legislativo, que dentro do planejamento anual de cada exercício, solicitamos um valor bem menor, e dentro do exercício fazemos o melhor na aplicação e execução desses recursos, chegando ao final deste ano com uma economia de R$ 368.134,11 e temos a alegria de devolver para o Poder Executivo”, afirma. (Com informações/assessoria de imprensa da Câmara Municipal de Tupi Paulista)