DR

onald Trump reagiu ao ataque aéreo das forças norte-americanas que provocou a morte ao general iraniano Qasem Soleimani e que escalou as já tensas relações entre Washington e Teerã. “O Irã nunca ganhou uma guerra, mas nunca perdeu uma negociação!”, disparou Donald Trump num tweet com tom de provocação.

A mensagem evoca a possibilidade de um potencial conflito entre os Estados Unidos e o Irã, e com um só tweet Trump alfinetou a Teerã e também ao seu antecessor, Barack Obama.

A referência ao fato do Irã nunca ter “perdido uma negociação” parece relembrar o acordo nuclear estabelecido durante a presidência de Obama. Um acordo que Trump critica sistematicamente, afirmando com frequência que os Estados Unidos saíram perdendo.

A situação causou alvoroço nas redes sociais e o assunto ‘Terceira Guerra Mundial’ se tornou o mais citado no Twitter mundial.

“O general Qasem Soleimani matou ou feriu gravemente milhares de americanos durante um longo período de tempo e planeava matar muitos mais… mas foi apanhado! Ele foi direta e indiretamente responsável pela morte de milhões de pessoas”, escreveu ainda Trump na sua conta de Twitter.

“Embora o Irão nunca seja capaz de o admitir adequadamente, Soleimani era odiado e temido no país”, acrescentou o presidente norte-americano, dizendo duvidar de que o povo iraniano esteja tão triste com a morte do general como os líderes gostariam de fazer crer.

“Ele já deveria ter sido abatido há muitos anos!”, concluiu Trump.

Antes deste tweet, a única reação do presidente norte-americano tinha sido um tweet depois do ataque com a imagem da bandeira dos Estados Unidos.

O ataque aéreo desta sexta-feira matou pelo menos oito pessoas, entre as quais o general Qasem Soleimani, comandante da força de elite iraniana Al-Quds. O Irão já prometeu retaliar.

[Notícia atualizada às 14h16]