Ação técnica do projeto abrange 500 produtores da categoria Agricultura Familiar dos quatro países componentes do grupo, sendo 50 da região de Adamantina. Daniel Torres

A fim de dar boas-vindas aos técnicos contratados para o projeto ligado ao Programa Euroclima+ foi realizada uma reunião na manhã desta terça-feira, 21, no Laboratório de Informática do Centro Universitário de Adamantina (UniFAI).

O projeto elaborado pelo consórcio liderado pela Associação Fronteiriça Trinacional Rio Lempa (Mancomunidade Trinacional Fronteriza Río Lempa) – composta por 25 governos locais de El Salvador, Guatemala e Honduras, localizados em uma região de fronteira conhecida como Trifínio Centro-americano – em parceria com a UniFAI, a Prefeitura de Adamantina e o Centro Universitário de Oriente da Universidad San Carlos, na Guatemala, faz parte de um programa de cooperação regional entre a União Europeia (UE) e a América Latina com foco na produção resiliente de alimentos frente à mudança climática.

Intitulado “Políticas locais e mecanismos de articulação e implementação de alianças público-privadas para a produção resiliente de alimentos, nas cadeias de valor agroalimentar em El Trifinio Centroamericano e em Adamantina”, o projeto apresentado e aprovado terá duração de dois anos.

Sua ação técnica abrange 500 produtores da categoria Agricultura Familiar dos quatro países componentes do grupo, sendo 450 da América Central e 50 da região de Adamantina.

O pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UniFAI, Prof. Dr. José Aparecido dos Santos, afirma que o projeto se estrutura ao entrar na fase de execução.

“Os técnicos e estagiários demandam estar afinados com a proposta do Programa Resiliente de Alimentos Frente à Mudança Climática promovido pelo Euroclima +. Nesta oportunidade, foi apresentado o contexto da mobilização da humanidade para enfrentar as mudanças climáticas e as iniciativas de promoção de projetos como este que está sendo executado em Adamantina pela Prefeitura e UniFAI, com parceiros da América Central. Mais técnicos serão contratados, resultando em apoio aos produtores que se cadastraram junto ao programa”, detalhou.

Participaram da reunião pró-reitor de Extensão, Prof. Dr. Vagner Amado Belo de Oliveira, o secretário de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente (SAAMA), Emerson Baptiston, e os cinco técnicos envolvidos no projeto.

Por Priscila Caldeira, com informações de Daniel Torres