Objetos apreendidos Cedida/Polícia Civil

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia de Panorama, identificou e esclareceu, durante esta quarta-feira (5), quatro indivíduos suspeitos pela prática do crime de furto a um banco que fica localizado na área central, da cidade de Panorama. O fato havia sido registrado, última segunda-feira (3), quando indivíduos até então desconhecidos haviam mediante arrombamento de uma parede, e através de um buraco conseguiram entrar na agência bancária.
Mediante arrombamento da porta, acessaram a sala de monitoramento e desligaram vários cabos e reviraram gavetas. O alarme disparou, a vigilante da empresa compareceu nas proximidades e constatou indivíduos no interior. A polícia militar foi acionada, no entanto, os indivíduos empreenderam fuga.
Do local, os suspeitos levaram munições, duas armas de fogo, tipo revólver, colete balístico, um rádio comunicador, um cinturão tático que pertenciam a empresa de segurança privada que presta serviço a instituição bancária.
Desde o momento que a Policia Civil tomou conhecimento dos fatos, iniciaram-se os trabalhos investigativos, ainda na mesma data, a Policia Civil em diligencias num imóvel próximo agência bancária encontrou mochilas com ferramentas típicas da usada na ação delituosa, também as duas armas de fogo. As armas foram apreendidas e posteriormente entregues para um representante da empresa de segurança privada. E uma terceira mochila foi encontrada próximo antiga Fepasa.
Prosseguindo com os trabalhos policiais usando métodos de investigação e técnicas de inteligência a Polícia Civil conseguiu esclarecer e identificar quatro suspeitos de terem praticados o furto à agencia bancaria, conseguiu apreender outros materiais relacionados ao caso e recuperar colete balístico e munições. As investigações estão em andamento, aguardando laudos periciais, dados sobre os indivíduos serão preservados para a conclusão do inquérito policial, a fim de buscar solicitação de medidas judiciais para eventual prisão dos suspeitos envolvidos. (Com informações assessoria de comunicação/Polícia Civil de Dracena)