Cerimônia contou com os novos alunos, pais e professores (Vanessa Matsumoto/JR)

Na manhã desta segunda-feira, 10, a Faculdade Unifadra/Fundec de Dracena recebeu os ingressantes da Turma IV de Medicina com uma programação especial. Contando com a presença de familiares, os calouros foram recebidos no Auditório “Prof. Geraldo Mariano Alves” com as boas-vindas da direção, coordenação e corpo docente da instituição.

A Profa. Dra. Marilda Morgado de Abreu, coordenadora do curso, apresentou o método PBL (Problem Based Learning) e o Prof. Me. Caio Ferreira de Oliveira, vice-coordenador do curso, proferiu palestra sobre metodologias ativas. Os novos alunos participaram da Cerimônia do Jaleco, que emocionou os presentes pela celebração da conquista e início do novo ciclo estudantil.

José Ramos, morador de Marília e pai de um dos calouros estava visivelmente eufórico com o evento. “Para nós, pais de alunos, é uma emoção fantástica. Já tínhamos visitado a universidade e conhecemos a estrutura toda. É uma satisfação gigante poder proporcionar isso ao meu filho. É um grande investimento, mas hoje podemos fazer isso. Eu sou do tempo que precisava passar fome para estudar. Poder ver um filho estudando Medicina é demais”.

Elisângela Fumagali, moradora de Nova Esperança (PR), cerca de 250 quilômetros de Dracena, roubou a cena durante a entrega do jaleco. Ela, que é farmacêutica, com mestrado e doutorado na área, realizou o sonho de ingressar ao curso de Medicina. Surpreendendo todos presentes, ela assumiu o microfone e muito emocionada contou um pouco de sua história.

Em contato com a reportagem do Jornal Regional, Fumagali contou da nova etapa de vida. “O coração parece querer sair pela boca. É muita emoção. Cheguei a Dracena na quinta-feira. Na segunda tentativa de ingressar ao curso eu consegui. Estou muito ansiosa para iniciar este novo ciclo”, disse Fumagali.

No decorrer da semana, os alunos participarão de um cronograma especial de atividades de recepção com a instituição e os colegas veteranos. Uma das atividades agendadas pela universidade será uma ação solidária. Alunos do primeiro e segundo anos de Medicina irão percorrer bairros de Dracena para arrecadar alimentos não perecíveis que serão doados às instituições carentes da cidade.