Por causa da chuva, hortaliças ficam menores e preços podem subir (Vanessa Matsumoto)

As chuvas dessa época do ano costumam atrapalhar a rotina da população. Alguns alimentos sofrem com isso. Comum no prato dos brasileiros, as hortaliças podem passar por um período de escassez.

O período de dificuldade de produção afeta o consumidor, que na falta do produto, supermercados e comércios especializados acabam aumentando os preços. Mas isso ainda não aconteceu aqui em Dracena.

Sidnei Gonçalves Gazim é responsável pelo setor de hortifrúti de um supermercado na cidade. Em conversa com a reportagem do Jornal Regional na tarde de terça-feira, 11, Gazim disse que por enquanto não houve reajuste. “As chuvas atrapalham um pouco. Como o fornecimento vem de produtores da região, o preço demora para subir”, disse. Mas Gazim alerta: “É possível que produtos que venham de cidades mais distantes já tenham os preços alterados”, finalizou.

Alexandre S. Kanashiro é proprietário de um comércio especializado em hortifrúti. Segundo ele, os preços ainda vão se manter, mas o tamanho da alface, por exemplo, muda. “Esses alimentos precisam de sol. Os dias nublados atrapalham muito o produtor.

Para ele, o aumento do preço pode estar ligado ao fornecimento de menor intensidade. “Existem produtores que só trabalham em períodos que favorecem a eles. Então a precaução é a melhor saída, sempre buscando produtos no mesmo lugar”, completou.