Débora da Silva Marchetti, de 29 anos (Reprodução/Facebook)

Foi sepultada na tarde de ontem, 12, no cemitério de Dracena, pela Vida Prev, o corpo da jovem investigadora da Polícia Civil, Débora da Silva Marchetti, de 29 anos. Ela faleceu na terça-feira, 11, à noite, no Hospital Nossa Senhora das Graças, em Presidente Prudente, onde estava internada lutando contra o câncer.

No momento que o caixão estava sendo levado  para o sepultamento foi prestada homenagem a Débora com a viaturas da Polícia paradas em frente ao portão do cemitério.

Débora é filha da cabo Luzinete Bernardo da Silva, da 1ª Cia da Polícia Militar de Dracena, onde atuou por anos como instrutora do Proerd.

Débora começou a carreira na Polícia Civil como escrivã e depois trabalhou como investigadora na DIG de Dracena.

Ela lutava contra o câncer desde outubro do ano passado e não resistiu.