Policial civil Reginaldo Rosa (Cedida/Polícia Civil)

O policial civil Reginaldo Rosa, integrante do Centro de Inteligência Policial de Dracena, recebeu elogios, por intermédio de ofício enviado pela 1ª Delegacia de Investigação e Repressão a Crimes Patrimoniais – DEPATRI de Uberaba -MG, sugerindo nota abonatória nos assentos funcionais do servidor.  O fato ocorreu em razão da prisão de um indivíduo, no dia 13 maio de 2020, na cidade Uberaba-MG, pelo crime de receptação.

Na ocasião, suspeitou-se de aquele indivíduo poderia ter sido preso anteriormente no Estado de São Paulo.

A Polícia Civil de Minas Gerais, então manteve compartilhamento das informações, contatando com Centro de Inteligência Policial de Dracena, tendo o policial civil Reginaldo Rosa, elucidado que o receptador preso em Uberaba-MG, fora preso por diversos crimes (homicídios e roubos), contudo fornecera dados falsos de sua identificação na oportunidade em fora preso no Estado de São Paulo, fazendo que a culpa se recaia sobre o nome de um irmão dele. Verificando-se ainda que sobre ele recaiam dois mandados de prisão em aberto (latrocínio tentado e uma preventiva condenatória), expedidos pela Justiça da Comarca de Rio Claro-SP.

A Polícia Civil mineira ainda teceu elogios à Delegacia Seccional de Polícia de Dracena, que mantêm este canal de informação e integração das Polícias Civis paulista e mineira, que vêm produzindo brilhantes trabalhos e rendendo frutos a sociedade.