Elias Henrique Pereira foi preso

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia de panorama, capturou e prendeu no período da tarde de ontem, 18, o autor do feminicídio ocorrido na noite do último domingo (17). A vítima uma mulher 32 anos era a convivente do autor e foi morta a pauladas, o fato aconteceu numa residencia que fica no bairro Marrecas em Panorama-SP.
O autor, um homem 34 aos, desde do fato ocorrido encontrava-se foragido. Tão logo, tomou conhecimento do fato a Polícia Civil, instaurou inquérito policial tipificando como homicídio qualificado (Feminicídio) e solicitou a Justiça o pedido de Prisão Temporária do investigado, tendo a equipe de investigação indo as ruas na tentativa da localização do foragido.
Sendo que no período da tarde (18), a Polícia Civil durante ação policial conseguiu localizar e prender o homem acusado de ter matado sua convivente, ele estava escondido numa residencia ainda no mesmo bairro onde houve a morte.
O homem conduzido para Delegacia de Polícia de Panorama, onde foi dado cumprimento ao Mandado de Prisão Temporária expedido pelo prazo de 30 dias. Consta ainda que o suposto autor permaneceu em silêncio, reservando do direto de só se manifestar em juízo. A Polícia Civil tem agora prazo inicial de 30 dias para relatar inquérito, onde aguardar as conclusões dos laudos periciais solicitados. Solicitando posteriormente pela conversação da prisão do suposto autor para a prisão preventiva.

O CRIME

O pescador Elias Henrique Pereira, de 34 anos, matou a companheira dele, Franciele Martins da Conceição, 32 anos, com golpes de um cabo (madeira) de machado, no domingo passado à noite, na residência do casal, continuava foragido.

Consta que os dois brigavam com frequência e estavam separados, ela tinha em favor própria medida protetiva, mas apesar de estarem separados se encontravam.

No domingo à noite, a Polícia Militar foi acionada para atender a briga entre Elias e Franciele. Os policiais encontraram a mulher caída e com ferimentos na cabeça. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu e faleceu.

Uma testemunha teria afirmado que Elias Henrique teria sido o autor do crime.

O delegado Alessandro Baroni instauro u inquérito para apurar o caso.

 

Franciele que foi assassinada