Cedida Policia Civil

A Polícia Civil do Estado de São Paulo, por meio da Delegacia de Polícia de Investigações Sobre Entorpecentes de Presidente Venceslau, desencadeou na data de hoje (23/07) a Operação Policial denominada “Non Finis” (alusão a extensão da área territorial utilizada pelo tráfico, alcançando várias regiões e Estados).
As investigações realizadas pela Delegacia de Polícia de Investigações Sobre Entorpecentes de Presidente Venceslau apuraram que os criminosos, além de utilização das rodovias da região como rota para o tráfico de drogas, passaram agora a usar as cidades do Oeste Paulista e a região que abrange a área da Delegacia Seccional de Polícia de Presidente Venceslau, como entreposto para esconderijo, ponto de apoio logístico e distribuição de substâncias entorpecentes para localidades diversas no território nacional, a partir de Ponta Porã-MS.
Outrossim, tais criminosos providenciam o transporte das substâncias entorpecentes e abastecimento de Presidente Prudente e cidades desta região.

Restou demonstrado que criminosos de nossa região tem contatado de forma bastante efetiva fornecedores do Estado do Mato Grosso do Sul com vistas a aquisição de substâncias entorpecentes variadas, com aliciamento de adolescentes e adultos para o transporte e posterior distribuição.

Na presente operação foram cumpridos 08 (oito) Mandados de Busca e Apreensão Domiciliares, resultando na apreensão de 10 aparelhos celulares e maconha e cocaína (1535 – gramas de Maconha e 70 gramas de cocaína), com consequente em autuação em flagrante delito.

Dessa forma foram cumpridas as seis prisões temporárias decretadas e um dos presos também foi detido por tráfico de drogas.

A Polícia Civil do Estado do Mato Grosso do Sul, por intermédio da Delegacia de Polícia de Fronteiras – DEFRON apoiou as diligências em Ponta Porã.