O coronel PM Nivaldo Cesar Restivo, secretário de Estado da Administração Penitenciária (SAP) concedeu entrevista ontem, 15, à tarde, ao vivo da capital paulista ao Jornal da Liberal, apresentado por Cris Marques. Ele falou sobre a inauguração na semana passada pelo governador João Doria, de dois Centros de Detenção Provisória (CDP), em Pacaembu, entre outros assuntos relacionados ao sistema prisional na região da Nova Alta Paulista. Segundo o coronel, por enquanto as duas unidades recebem 30 presos, cada, para três dias de testes em alguns setores como na cozinha e padaria e provavelmente a partir dos dias 18 e 19 começam as movimentações de presos. Ele confirmou que as 823 vagas em cada CDP inaugurado serão preenchidas por presos provisórios das circunscrições de Pacaembu e de Caiuá que possuem proximidade familiar na região.

PENITENCIÁRIAS PRIVADAS – Sobre a pretensão do Governo do Estado conceder presídios para a iniciativa privada, o coronel Nivaldo afirmou que a possibilidade realmente existe. Segundo ele, serão dois modelos de concessão que estão em estudos. O que seria construído e administrado pela iniciativa privada e o outro o Estado fornece a unidade pronta e a iniciativa privada arca com os serviços internos. Ele disse que o terreno para construir a unidade tem que ser de 400 mil metros e precisa ser analisado. Coronel Nivaldo Cesar Restivo disse ainda que o departamento de engenharia do Estado está verificando terrenos. Sobre a possibilidade de um presídio privado ser construído em Dracena, o secretário declarou que por enquanto não poderia dizer se a cidade seria ou não contemplada, porque existem pedidos de várias regiões. (Marcos Maia especial para o Portal e Jornal Regional)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor envie seu comentário
Por favor digite seu nome