Maurilio Rogério de Almeida, acusado pela morte da psicóloga Helen Carla Matias, de Tupi Paulista, foi condenado a pena de 16 anos e oito meses de reclusão. A informação é da supervisora de serviços da 1ª Vara do Fórum tupiense, Rosângela de Oliveira Amador Basso ao Portal Regional.

A sessão foi bastante movimentada, o plenário da sala do tribunal do júri ficou lotada com a presença de acadêmicos de Direito, familiares e amigos de Helen. Rosângela Basso informou que foram distribuídas 90 senhas a interessados em acompanhar a sessão.

Os trabalhos presididos pelo juiz de direito Marcel Perez Rodrigues tiveram início às 9h50 e foram concluídos às 15h40. Na acusação atuou o promotor de justiça Fernando Galindo Ortega e na defesa do réu, o advogado Artur Bonini do Padro.

A psicóloga Helen foi morta violentamente: namorado é acusado do crime (Divulgação)

O CRIME – Helen foi golpeada por Maurilio Rogério de Almeida, que na época era namorado dela, no dia 11 de fevereiro do ano passado. O caso chocou a população do município.

O delegado de polícia Aderson Vieira informou que desde a ocasião do crime, Maurilio de Almeida foi preso em flagrante, provisoriamente no CDP em Caiuá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor envie seu comentário
Por favor digite seu nome